Lançamento do Fórum Hip Hop

 

O prédio da Secretaria Especial para Parceria e Participação tem sido o cenário de uma relação democrática entre a Coordenadoria de Juventude da Prefeitura de São Paulo e integrantes do movimento Hip Hop, desde agosto de 2005. As reuniões quinzenais, que acontecem sempre às 19hs elucidaram a necessidade de ampliar o alcance do tema entre a sociedade paulistana e trazer mais pessoas para o diálogo, que busca alternativas convergentes para elaboração e desenvolvimento de políticas públicas para a juventude da cidade. “Começamos a pensar em uma maneira de utilizar os recursos pensando em coisas de médio e longo prazos, indo além de uma ajuda pontual ao Movimento Hip Hop”, explica Keyllen Nieto, Assessora Voluntária da Secretaria da Juventude, responsável pela mediação do Fórum.

Uma das ações articuladas a partir desses encontros tem início na próxima terça-feira, 21, com a realização da primeira Semana de Hip Hop da cidade de São Paulo, uma programação de debates e atividades práticas pela conscientização da ideologia do movimento Hip Hop que afirma o lançamento oficial do Fórum Hip Hop e Poder Público Municipal. A iniciativa, uma parceria entre a Coordenadoria de Juventude e representantes do movimento, de acordo com Keyllen, “tem objetivos inspirados em 8 eixos”, que priorizam a difusão e inserção do Hip Hop como tema transversal de educação, o combate à discriminação racial e de gênero, atuação contra a violência policial, geração de emprego e renda e organização de uma agenda do Hip Hop na cidade.

Os Quatro Elementos do Hip Hop
A ideologia do Movimento Hip Hop se sustenta em quatro pilares básicos: o breaking, o graffiti, o mc e o dj. Música e Artes Visuais, consolidam a estética urbana do Hi Hop, através da poesia crítica e realista do Breaking – na voz dos MCs e no ritmo dos DJs; e o Graffiti como linguagem plástica universal, que comunica a mensagem dos artistas urbanos para todos os olhares em movimento, como se a cidade fosse uma grande galeria.

A abertura do evento vai discutir exatamente estes quatro eixos, com o tema “Os Quatro Elementos do Hip Hop Contra a Discriminação Racial”, na terça-feira, 21, na ONG Ação Educativa.

Mercado Alternativo
Na quarta-feira, 22, o mc Poeta Urbano (representante da ONG MH2O do Brasil), Roney Yo-Yo (empresário de artigos da cultura Hip Hop), e Mano Mikimba (grupo Demenos Crime) discutem os contornos e o potencial do ‘Mercado Alternativo’ na Câmara Municipal.

O Movimento e o Município
Na sexta-feira, 24, as vereadoras Soninha e Claudete Alves e o movimento dialogam sobre o Hip Hop e o Poder Legislativo Municipal, na Câmara.

O fechamento da Semana de Hip Hop acontece no sábado, 25, com o lançamento oficial do Fórum Hip Hop e Poder Público Municipal, das 10h às 21h, em dois locais do centro: na Galeria Olido e no Boulervard São João, próximos ao metrô São Bento.

Pela manhã, serão realizados workshops dos quatro elementos da cultura Hi Hop e sessões de vídeo-clipes na Galeria Olido. E durante a tarde, está previsto um debate entre os secretários do poder público municipal convidados com representantes do movimento, para que, possam desenvolver ações em parceria e atuarem na formulação de leis que auxiliem a juventude da cidade com programas desde geração de renda até a construção de centros culturais. Entre os participantes, o Secretário Gilberto Natalini, o representante da Secretaria do Trabalho, Renan Goulart, representantes da subprefeitura da Penha e do Jabaquara, dentre outros ainda não confirmados. Esse diálogo ajudará os secretários a entenderem e pautarem o hip hop em suas áreas de atuação. Haverá uma palestra informativa sobre a história do movimento na metrópole de São Paulo, e depois do debate, estão previstas uma série de apresentações nos palcos do Boulevard São João, com os rapper´s, dj´s, bboy´s e bgirl´s, além de uma intervenção de graffiti.

Outras informações: Coordenadoria da Juventude (11) 3113-9730 Email: juventude@prefeitura.sp.gov.br

    Author: Redação

    Share This Post On