DocTV Ibero-América

 

Autoridades cinematográficas dos países ibero-americanos autorizaram na última sexta-feira, dia 24 de junho, em Valparaíso, no Chile, o início das atividades do Programa DocTv Ibero-América.

 

O evento aconteceu durante a reunião da Conferência de Autoridades Audiovisuais e Cinematográficas da Ibero-América (CAACI), que contou com a participação do secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Orlando Senna; do assessor especial do MinC, Mário Borgneth; e do coordenador nacional do DocTV, Paulo Alcoforado.

 

 

Doze países já formalizaram a adesão ao programa: Panamá, Cuba, México, Costa Rica, Chile, Brasil, Bolívia, Venezuela, Colômbia, Argentina, Peru e Uruguai. A responsabilidade pela coordenação executiva será da Secretaria do Audiovisual do MinC, sob supervisão da CAACI. Portugal e Espanha deverão formalizar a participação no programa até o final do mês de julho.

 

“Estão lançadas as bases para a integração da cinematografia ibero-americana com as TVs públicas da região. O sentimento expresso pelas diversas delegações participantes permitem vislumbrar o sucesso do DocTV Ibero-América, o mesmo êxito que o programa está obtendo no Brasil”, comemorou o secretário Orlando Senna.

 

Ainda no Chile, Senna encontrou-se com o ministro chileno da Cultura, José Weinstein Cayuela (foto ao lado), e participou, no dia 23, da reunião do Programa Ibermedia, onde ficou decidida a realização de um seminário na cidade de Cartagena, na Colômbia, no próximo mês de julho. Nesse encontro serão discutidas linhas de ação, capazes de solucionarem o problema da distribuição e exibição de películas produzidas no âmbito da Ibero-América.

 

Apesar do sucesso do Ibermedia no que diz respeito à realização de co-produções envolvendo os diversos países ibero-americanos, as autoridades buscam alternativas para que as obras produzidas cheguem às telas dos países membros do programa.

 

À noite, o secretário participou de um encontro com estudantes de cinema da Universidade Católica de Valparaíso e teve a oportunidade de expor a evolução recente do cinema brasileiro, e o consequente aumento da sua participação nas telas nacionais.

 

 

Informações à imprensa: (61) 3901-3823.

 

 

 

    Author: Redação

    Share This Post On