Cultura – Alagoas

 

 

 

 

 

Pessoas que detenham o saber e o fazer da cultura popular têm até o dia 14 de abril para se inscrever no edital do Registro do Patrimônio Vivo do Estado de Alagoas (RPV/AL). O edital foi publicado hoje (13/03) no Diário Oficial do Estado, pela Secretaria de Estado da Cultura. Atualmente doze mestres são beneficiados com a lei através de uma bolsa de incentivo no valor de R$ 500,00. Agora, mais três serão selecionados por uma comissão especial designada pelo secretário de Cultura.

 

Além do edital, que visa o registro do patrimônio vivo de Alagoas, a Secult estará liberando, até a próxima sexta-feira (16.03), o pagamento da bolsa de incentivo referente ao mês de janeiro de 2007, para os 12 mestres inscritos no RPV/AL e programando o de fevereiro para a próxima semana, até o dia 23.

 

Segundo o Secretário da Cultura, Osvaldo Viégas, o compromisso é até o mês de abril colocar em dia a bolsa de incentivo que também estava com os meses de outubro, novembro e dezembro do ano passado em aberto.

 

A novidade é que os mestres vão poder receber essa bolsa de incentivo direto na conta bancária, para evitar o deslocamento dos inscritos no RPV/AL que recebem no interior do Estado.

 

Para Osvaldo Viégas a Lei do Registro do Patrimônio Vivo do Estado de Alagoas é importante não apenas para a preservação da nossa identidade cultural, mas também para a transmissão do conhecimento.

 

“Qualquer cidadão que detenha o saber e o fazer da cultura popular, como artesão, músico, mestre, dentre outros, pode se inscrever no edital. Atualmente só os mestres foram contemplados, mas a lei se estende a outros segmentos da tradição cultural do Estado e até mesmo o gastronômico”, disse Viégas.

 

O próximo passo da Secult, depois do pagamento da bolsa de incentivo, é criar uma programação de atividades para os beneficiados repassar conhecimentos a nova geração, conforme estabelece a lei.

 

Para participar do edital é preciso estar envolvido em atividades culturais há mais de 20 anos, contados a partir da data do pedido de inscrição, comprovados através de carteira de instituições corporativas, cujo objeto deve estar em consonância com o estatuto legal, declaração expedida pela Associação dos Folguedos Populares de Alagoas. Como também citações em livros de pesquisadores de renome, fotos ou textos publicados em material impresso datado ou declaração de três pessoas idôneas, radicadas na localidade onde o candidato atue.

 

Os formulários de inscrição vão estar disponíveis na sede da Secretaria de Estado da Cultura, na Praça Floriano, 517-Centro, no horário das 9h até as 14 horas. Mais informações no 3315.1920.

15/03/2007

 

    Author: Redação

    Share This Post On