Cultura abre Grade para Música Erudita

 

 

 

 

Mais um passo acaba de ser dado em direção à sedimentação e popularização da música erudita no Brasil. A TV Cultura estréia, no próximo final e começo de semana, nove novos programas dedicados ao gênero, em três faixas diferentes de horário -aos domingos ao meio-dia e à meia-noite, e às segundas, quartas e sextas por volta de uma da manhã.

 

Além dos tradicionais programas de apresentação de concertos, há também idéias inovadoras, aplicando conceitos de música pop ao mundo erudito. Entre os novos formatos, por exemplo, existe um “show de calouros”, uma mesa-redonda para discutir ópera e um programa que pretende acompanhar e mostrar como funciona o universo das grandes orquestras.

 

José Roberto Walker, diretor da rádio Cultura FM -que tem programação totalmente dedicada à música erudita- e implementador dos novos programas na TV Cultura, faz questão de afirmar que a nova programação tem como principal objetivo atrair um novo público.

 

“A idéia é fugir do lugar-comum e acrescentar um valor a mais na programação. Você abre uma porta para o público em casa que não conhece muito”, diz Walker. Segundo ele, o projeto busca atrair o público jovem, que ainda não tem o “ouvido viciado”. “Esse é o papel mais importante que a televisão pode desempenhar, é indispensável. Não estaríamos cumprindo nossa obrigação social se não fizéssemos isso.”

 

Uma das estréias mais interessantes será já neste domingo, ao meio-dia. O primeiro programa da série será “Por Dentro da Orquestra”, que se propõe a contar histórias e explicar o funcionamento de uma orquestra. Durante o programa, a apresentadora Estela Ribeiro deverá mostrar a rotina, os bastidores e a preparação de um concerto. Nesta primeira edição, ela acompanhará a Osesp em seu local de ensaios e apresentações, a Sala São Paulo.

 

Depois de atrações dedicadas à ópera e dança, haverá, no último domingo do mês, dia 28, a maior novidade da programação: um programa de auditório dedicado aos calouros da música erudita. Certamente uma inovação, “Prelúdio” vai mostrar por programa quatro ou cinco solistas calouros competindo entre si, tocando seus instrumentos acompanhados por uma orquestra. Até júri haverá. A proposta do programa é descobrir e revelar novos talentos, mas deve gerar diversão por sua premissa pouco usual.

 

Sempre aos domingos, à meia-noite, surge a série “Fortíssimo”, trazendo exibições de concertos e apresentações. Cada semana será dedicada a uma variação: no primeiro domingo do mês será exibido sempre um concerto da Osesp, filmado pela Cultura; no segundo domingo, “Fortíssimo Ópera” (que será acompanhado de uma mesa-redonda para discutir o estilo); no terceiro domingo, “Fortíssimo Dança”, e, finalmente, no último domingo de cada mês, concertos internacionais.

 

Nas madrugadas (à 1h) de segundas, quartas e sextas, Artur da Távola apresenta “Repertório”, que -assim como o programa que exibia na TV Senado- mostra e comenta concertos e recitais brasileiros e internacionais, agora, retirados do acervo musical da TV Cultura.

 

    Author: Redação

    Share This Post On