Alivio

Paulo Markun

 


 

A indicação do jornalista Paulo Markun para a presidência da Fundação Padre Anchieta levou alívio à maioria dos conselheiros da instituição, mantenedora da TV Cultura. Havia na emissora o temor de que o governador José Serra (PSDB) indicasse um nome de fora do meio, o que poderia se caracterizar como uma intervenção inédita na TV pública.

Como Markun é apresentador do “Roda Viva”, esse temor foi aliviado. Conselheiros da Cultura consideram legítimo o governo indicar o presidente da fundação, que depende de verbas do Estado para se manter. Mas a instituição tem um conselho (45 membros) e uma imagem de independência.

Assim, a movimentação do governo Serra para tirar o atual presidente, Marcos Mendonça, não foi vista como uma atitude arbitrária. Temia-se, entretanto, que o indicado tivesse perfil de interventor/saneador.

Markun tem a aprovação de Jorge da Cunha Lima, presidente do conselho curador da fundação e influente nos bastidores da TV. Lima escreveu em seu blog que “o nome de Markun ganhou rápido reconhecimento [no conselho]”.

Embora esteja virtualmente eleito, Markun, oficialmente, ainda nem é candidato. Ele precisa ser indicado por oito conselheiros eletivos, o que já está sendo articulado. A eleição será no próximo dia 7. Tradicionalmente, apenas um concorre ao cargo. Ou seja, não há disputa.

16.04.07

    Author: Redação

    Share This Post On