Museus (SP) – Programação

Para conseguir atingir a marca de mais de 3 milhoes de visitantes em 2013, os museus da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo trabalharam duro e trouxeram ao público uma programação diversificada e com grande repercussão.

Para 2014, a ideia é fazer ainda melhor. Confirma alguns dos principais destaques para este ano (e este é só resumo. Tem muito mais por vir).
MAIO
Em maio, o Museu da Língua Portuguesa renova sua exposição de longa duração, e apresenta “O Futebol na Ponta da Língua”. A mostra traçará paralelos entre o nosso vocabulário e este esporte que, assim como a língua portuguesa, se firmou como elo de identidade da cultura brasileira. Interativa e dinâmica, a exposição oferece uma programação alternativa, no clima da Copa do Mundo no Brasil.

Outra novidade deste ano é a reabertura do Museu da Imigração, prevista para o final de maio. A principal atração é a inauguração da exposição de longa duração, cuja curadoria parte dos deslocamentos humanos que deram origem à ocupação dos continentes chegando nos fluxos imigratórios contemporâneos no Brasil. A mostra se concentra na experiência da migração e migração no espaço da Hospedaria de Imigrantes do Brás, trazendo como protagonista o acervo museológico e de história oral da instituição.

Além disso, dois novos espaços foram propostos: uma instalação artística – com viés conceitual, reflexivo e introdutório à experiência da exposição – e uma sala de exposições aberta à convivência do público, em diálogo com os espaços externos da edificação, como o jardim.

Em ano de Copa do Mundo, o Museu do Futebol também preparou uma programação especial temática. Com curadoria de João Máximo, em maio, o Museu apresenta a mostra temporária “Brasil 20 Copas”. A ideia é fazer uma exposição sobre a participação do Brasil nas Copas do Mundo: nosso país é o único que participou das 19 já realizadas, chegando a 20 em 2014.

A exposição tem o objetivo de mostrar como o Brasil chegou a cada Copa e como saiu delas. Além de contar também com episódios de bastidores sobre a convocação, o treinamento, o momento político que o país vivia, os erros e acertos, breves perfis dos personagens da história e, por fim, análise de como a seleção brasileira se saiu.

JUNHO
Em junho a Estação Pinacoteca terá a Exposição Iberê Camargo, um dos grandes nomes da arte brasileira do século 20, sendo autor de uma obra extensa, que inclui pinturas, desenhos, guaches e gravuras. A exposição homenageia o centenário de nascimento do artista com uma seleção de sua produção gráfica. A mostra, produzida em parceria com a Fundação que leva seu nome em Porto Alegre, deverá itinerar depois por outras cidades brasileiras.

JULHO
Pinacoteca também tem novidades, trazendo em julho a exposição de Mira Schendel, uma das artistas mais prolíficas e importantes da América Latina, que reinventou a linguagem do Modernismo europeu no Brasil. Esta exposição será a primeira retrospectiva internacional que abordará de maneira abrangente sua impressionante produção artística. Realizada numa curadoria conjunta entre a Tate e a Pinacoteca, a mostra reunirá cerca de 250 pinturas, desenhos e esculturas de toda a trajetória de Schendel, incluindo trabalhos que foram poucas vezes mostrados.

AGOSTO
Em agosto é a vez do Museu Casa de Portinari, que inaugura uma Exposição Coletiva de Artes Plásticas. A mostra presta-se a um momento de integração da sociedade com os artistas e dos artistas entre si; não privilegia um gênero, tampouco contempla uma ou outra corrente; reúne as mais variadas técnicas, estilos e propostas, possibilitando uma ampla visão da arte em suas inúmeras possibilidades e linguagens plásticas de expressão.

Também em agosto, o Museu Casa Brasileira estreia a exposição temporária “Maneiras de expor”, abordando sistemas expositivos e mostras desenvolvidas ao logo da carreira da arquiteta Lina bo Bardi. O projeto, que ocorrerá no âmbito das comemorações do centenário de seu nascimento, buscará evidenciar o caráter pioneiro das propostas feitas para mostras de longa e curta duração, representando aspectos construtivos e de comunicação propostos dentro de uma visão de reconhecimento e afirmação da cultura brasileira.

SETEMBRO
Já o Museu do Café, apresentará ao público, em setembro, sua nova exposição de média duração que traz o café como produto e suas etapas técnicas de processamento. O público terá uma perspectiva panorâmica da história do café e sua economia em São Paulo, no Brasil e no mundo; a Praça de Santos e o desenvolvimento urbano da cidade.

Paço das Artes, que desde 1997 promove anualmente a Temporada de Projetos, fomentando as manifestações artísticas contemporâneas, inaugura em setembro uma plataforma digital que reunirá todos os artistas e curadores que passaram pelo projeto desde que ele teve início.

Intitulado 3xJacks, a concepção servirá como uma plataforma digital de pesquisa para jovens artistas, críticos e curadores, que terão acesso a toda a história das Temporadas de Projetos, com vídeos e fotos. O programa tem como objetivo o fomento às manifestações artísticas contemporâneas, sem restrição ao suporte utilizado pelo artista ou coletivo. Além de promover a produção artística por parte dos selecionados, ainda incentiva a reflexão teórica, já que cada projeto recebe uma apreciação crítica por um especialista convidado.


Museu da Língua Portuguesa

Endereço: Praça da Luz, S/N
Telefone: (11) 3322-0080
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h (a bilheteria fecha às 17h); na última terça-feira do mês, o museu fica aberto até 22h (a bilheteria fecha às 21h); fechado às segundas.
Ingressos: R$ 6 e R$ 3 (meia entrada), com entrada gratuita entre 14 e 23 de fevereiro

Catavento Cultural e Educacional
Onde: Palácio das Indústrias – Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP.
Quando: terça a domingo, das 9h às 17h (bilheteria fecha às 16h).
Quanto: R$ 6 e meia-entrada para estudantes, idosos e portadores de deficiência. Entrada gratuita aos sábados.

Museu da Imigração do Estado de São Paulo
Endereço: Rua Visconde de Parnaíba, 1316
Tel.: (11) 2692-1866
Funcionamento: Aberto de terça-feira a sábado das 9h às 17h e aos domingos das 10h às 17h.
Visitas monitoradas: – Agendamento pelo email felipe@museudaimigracao.org.br
Ingresso: R$ 6,00

Museu do Futebol
Endereço: Praça Charles Miller, s/n
Preço dos ingressos: R$ 6 (inteira) /R$ 3 (meia-entrada para estudantes, idosos e professores).
Todas as quintas-feiras a entrada é gratuita
* Pessoas com deficiência e seu acompanhante não pagam entrada
*Conferir o horário de funcionamento em dias de jogos no Pacaembu
Tel.: (11) 3664-3848

Pinacoteca
Endereço: Praça da Luz, 2 – Luz – São Paulo-SP
Tel.: (11) 3324-1000
Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 17h30, com permanência até as 18h. Às quintas-feiras, até as 22h.
Ingressos: R$ 6 e meia-entrada (entrada combinada: vale para o mesmo dia também na Estação Pinacoteca)
Entrada gratuita aos sábados e às quintas-feiras. Entrada gratuita para menores de 10 anos e idosos acima de 65 anos.

Museu Casa de Portinari
Endereço: Praça Candido Portinari, n° 298 – Brodowski – SP
Funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 17h (atualmente o museu está fechado para restauro)
Entrada: gratuita
Informações: (16) 3664-4284

Museu da Casa Brasileira
Horário: de terça a domingo das 10h às 18h
Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705 – Jardim Paulistano – Tel. 3032-3727
Ingresso: R$ 4 / Meia-entrada – R$ 2. Domingos e feriados – Gratuito
Acesso a pessoas com deficiência/Bicicletário com 20 vagas. Estacionamento pago no local
Visitas orientadas: 3032-2564 – agendamento@mcb.org.br

Paço das Artes
Endereço: Avenida da Universidade, 1, Cidade Universitária, São Paulo – SP
Tel.: 11 3814-3842
Funcionamento: Terças a sextas-feiras: 10h às 19h | Sábados, domingos e feriados: 12h30 às 17h30
Grátis

Museu do Café
Endereço: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos/SP
Tel.:  (13) 3213-1750
Funcionamento: Aberto de terça-feira a sábado das 9h às 17h e aos domingos das 10h às 17h.
Visitas monitoradas: De segunda a sexta-feira, as visitas monitoradas acontecem às 13h e às 17h. Aos sábados, às 14h, 15h e 16h. E aos domingos, de hora em hora. Ou o agendamento de grupos pode ser feito pelo e-mail agendavisitas@museudocafe.org.br
Ingresso: R$ 5,00

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *