Todas as letras do Mercosul

 

 

 

 

 

 

 

De 10 a 20 de agosto, a capital mineira se transformará na meca brasileira do livro, com a realização, na Serraria Souza Pinto, do 7º Salão do Livro e Encontro de Literatura, que, nesta versão, trará à cidade, além de nomes consagrados das letras nacionais, conhecidos escritores de países vizinhos. Numa realização da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura e da Câmara Mineira do Livro, o tema escolhido para este ano foi “A literatura nos países do Mercosul”. Já confirmaram presença a escritora paraguaia Renée Ferrer, o chileno Alberto Fugut, o uruguaio Pablo Rocca, além dos argentinos Rodolfo Alonso, Martin Kohan e Ricardo Piglia. Pela sua importância na literatura hispano-americana atual, Ricardo Piglia deverá ser uma das estrelas do evento. Autor, entre outros, dos romances Respiração artificial, e Dinheiro queimado, ambos publicados no Brasil, ele também é ensaísta.

 

Para José Alberto Pinho Neves, curador do salão, ao pensar no tema os organizadores concluíram que autores desses países, como o chileno Pablo Neruda, o argentino Jorge Luis Borges e o brasileiro Guimarães Rosa, entre tantos outros, deram inestimável contribuição à literatura universal. “Toda a obra desses monstros sagrados, e também dos escritores convidados, estará sendo discutida nas mesas-redondas”, diz José Alberto. Quanto à não participação da Venezuela, ele informa que, quando o país passou a integrar o Mercosul, a programação já estava definida, e não dava mais tempo para convidar escritores de lá.

 

Esta edição do salão, segundo seu diretor executivo, o jornalista Adriano Macedo, contará com cerca de 70 atividades culturais, sendo 10 mesas-redondas, 10 edições do Encontro Marcado, para o qual já estão confirmadas as presenças dos escritores Marçal Aquino, Antônio Barreto e Marcelo Xavier, entre outros; sete edições do Salão de Idéias, com palestras de Luís Fernando Veríssimo, Ricardo Piglia, Gilberto Dimenstein, Mário Felipe Cortela e Maurício Kubrusly, e mais de 40 atrações para crianças, como apresentação de peças de teatro, jogos especiais e contação de histórias. Será também realizado, em torno dos livros infantis, o seminário “O imaginário na literatura infantil”, com a presença de especialistas na área. E, pela primeira vez no decorrer do salão, serão realizadas duas apresentações especiais do Projeto Sempre um Papo, que está completando 20 anos de atividades, e trará à cidade Ricardo Kotscho e o físico Marcelo Gleiser, que estarão lançando seus livros e conversando com o público.

 

CONSOLIDAÇÃO “Esta edição do Salão do Livro é a consolidação do evento, com programação densa e de qualidade, que busca sempre aproximar o público do universo do livro e da literatura de forma interativa. Uma das principais novidades deste ano é o retorno do Salão de Idéias, do qual também irão participar autores de outras áreas do conhecimento, como a filosofia, o jornalismo e a astronomia”, diz Adriano Macedo.

 

Quem está apostando no sucesso do evento, que pretende levar à Serraria Souza Pinto cerca de 140 mil pessoas, 10 mil a mais do que no ano passado, é Heloísa Reis, presidente da Câmara Mineira do Livro. “Analisamos com muito cuidado a programação, e nossa expectativa é das melhores. Também estarão sendo oferecidos livros com descontos especiais, e esperamos que todos os visitantes possam se sentir à vontade nesta verdadeira festa literária. O salão contará ainda com estrutura de 55 estandes, nos quais estarão representadas cerca de 650 editoras nacionais e estrangeiras”, diz Heloisa Reis.

 

Ela informa, ainda, que, como nos anos anteriores, a organização do evento continuará mantendo convênio com um estacionamento na Avenida dos Andradas, de onde os visitantes serão levados gratuitamente para o salão, e também já foram feitos contatos com a Polícia Militar, que estará presente durante o evento, garantindo segurança às pessoas.

 

Nas mesas-redondas, que prometem ser um dos pontos altos do evento, especialistas estarão debatendo com o público sobre as obras de vários autores, como Guimarães Rosa, cujo romance Grande sertão: veredas completa 50 anos de publicação este ano. Serão prestadas homenagens aos escritores Cyro dos Anjos e Mário Quintana, pelo centenário de nascimento, e haverá, ainda, mesa-redonda sobre vida e obra de Murilo Rubião, que completaria 90 anos este ano. Do escritor mineiro, que morreu em 1991, a editora Companhia das Letras acaba de lançar, com apresentação de Umberto Werneck, os livros A casa do girassol vermelho e O pirotécnico Zacarias.

 

Quanto às visitas escolares, a organização informa que poderão ser realizadas nos dias 10 e 11 e de 14 a 18 de agosto, das 9h às 17h, desde que agendadas com a Câmara Mineira do Livro pelo e-mail: camara@camaramineiradolivro.com.br ou pelo telefone (31) 3241-4484.

    Author: Redação

    Share This Post On