Prêmio “Correntes d’Escritas”

 

 

 

 

 

 

 

 

Os escritores brasileiros Bernardo Carvalho e Tabajara Ruas estão entre os dez finalistas do Prêmio “Correntes d’Escritas” deste ano, que será entregue no dia 18 de fevereiro, anunciaram hoje os organizadores.

 

Entre os finalistas há três espanhóis, Rosa Montero, Juan Manuel de Prada e Carlos Ruiz Zafón; quatro portugueses, António Lobo Antunes, Mário Cláudio, Francisco José Viegas e Dulce Maria Cardoso, e um angolano, José Eduardo Agualusa.

 

 

Criado há dois anos, o prêmio de 10 mil euros é concedido a um romance escrito em uma língua ibérica, alternando uma obra de ficção com uma de poesia.

 

 

Bernardo Carvalho foi selecionado por “Magnólia”, e Tabajara Ruas concorre com “Perseguição e Cerco a Juvêncio Gutierrez”.

 

 

A espanhola Rosa Montero concorre com “La loca de la casa”, Juan Manuel de Prada foi selecionado por “La tempestad”, e Ruiz Zafón, por “La sombra del viento”.

 

 

As obras dos finalistas portugueses são “Boa tarde às coisas aqui embaixo” de António Lobo Antunes, “Gêmeos” de Mário Cláudio, “Longe de Manaus” de Francisco José Viegas, e “Os meus sentimentos”, de Dulce Maria Cardoso. O angolano José Eduardo Agualusa apresentou este ano a obra “O Vendedor de passados”.

 

 

O nome do vencedor será anunciado no dia 16, na sessão de abertura do encontro de escritores “Correntes d’Escritas” deste ano, na presença da ministra de Cultura portuguesa, Isabel Pires de Lima.

 

 

O júri que deve conceder o prêmio é formado por três escritores, Lídia Jorge, ganhadora em 2004 do primeiro prêmio “Correntes d’Escritas”, Pedro Sena-Lino e Patrícia Reis, e pelas professoras universitárias Fátima Marinho e Maria Lúcia Lepecki.

 

 

Podem concorrer ao prêmio autores de obras escritas em qualquer das línguas faladas na Península Ibérica que tenham publicado um título no ano anterior à entrega do prêmio.

 

 

Nas duas edições anteriores, as obras premiadas foram “O vento assobiando nas gruas”, de Lidia Jorge, e “Duende”, de Antonio Franco Alexandre.

 

 

O prêmio será entregue no dia 18, durante o encerramento do encontro de escritores ibéricos, no Auditório Municipal de Póvoa de Varzim.

    Author: Redação

    Share This Post On