São Valentim

 s-valentim                                                                                                             Num dia em que, um pouco por todo o lado, se praticam as maiores loucuras em nome do belo e maravilhoso sentimento, se sussurram as mais quentes e sensuais declarações de AMOR, se abrem, generosamente os cordões à bolsa para satisfação dos comerciantes,

aqui fica um breve resumo sobre a história de S. Valentim, nome que ficou para sempre associado ao dia dos Namorados.

São Valentim, (ou Valentinus em latim ), é um santo católico que dá nome ao Dia dos Namorados em muitos países, onde celebram o Dia de São Valentim.

O nome refere-se a pelo menos três santos martirizados na Roma antiga. .

Durante o governo do imperador Cláudio II, este proibiu a realização de casamentos no seu reino, com o objectivo de formar um grande e poderoso exército

Cláudio acreditava que os jovens se não tivessem família, alistariam-se com maior facilidade.

No entanto, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador.

Seu nome era Valentim e as cerimônias eram realizadas em segredo.

A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte.

Enquanto estava preso, muitos jovens mandavam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor.

Entre as pessoas que enviaram mensagens ao bispo estava uma jovem cega: Asterias, filha do carcereiro a qual conseguiu a permissão do pai para visitar Valentim.

Os dois acabaram apaixonando-se e milagrosamente a jovem recuperou a visão.

O bispo chegou a escrever uma carta de amor para a jovem com a seguinte assinatura: “de seu Valentim”, expressão ainda hoje utilizada.

Valentim foi decapitado em 14 de Fevereiro de 270.

A História do Dia dos Namorados

    Author: Redação

    Share This Post On