Ria com essas frases do mundo do futebol e, acredite se quiser

Dunga frasesQuem nunca ouviu uma reportagem ou entrevista com jogadores de futebol e escutou uma grande pérola? As curiosas frases acabam entrando para a história do futebol e provocam muitos risos. Veja algumas delas.

Não foi nada de especial, chutei com o pé que estava mais a mão!” João Pinto (jogador do Futebol Clube do Porto, de Portugal).

“O meu clube estava à beira do precipício, mas tomou a decisão correta: deu um passo à frente.” João Pinto (jogador do Boavista, Benfica, de Portugal).

“O difícil, vocês sabem, não é fácil…” Vicente Matheus (eterno presidente do Corinthians).

“Jogador tem que ser completo como o PATO, que é um bicho aquático e gramático.” Vicente Matheus (eterno presidente do Corínthians).


“Clássico é clássico e vice-versa…” Jardel (ex-atacante do Grêmio e da Seleção Brasileira).

“Jogador é o Didi, que joga como quem chupa laranja…” Neném Prancha (ex-roupeiro do Botafogo, ex-técnico de futebol de praia e filósofo da bola).

“Chegarei de surpresa, dia 15, às duas da tarde, vôo 619 da VARIG…” Mengalvio (ex-meia do Santos, em telegrama mandado a família quando em excursão à Europa).

“No México que é bom. Lá a gente recebe semanalmente, de quinze em quinze dias…”
Ferreira (ex-ponta-esquerda do Santos)

 

“Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu…” Claudiomiro (ex-meia do Internacional-RS ao chegar em Belém do Pará para disputar uma partida contra o Paysandu pelo Brasileirão de 72).

“Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe.” Jardel (ex-atacante do Grêmio).

“Não sei, chutei, a bola foi indo, indo…. e iu!” Nunes (ex-atacante do Flamengo ao descrever um gol que tinha feito).

“Fiz que fui, não fui, e acabei fondo!” Nunes (ex-atacante do Flamengo).

“Tanto na minha vida futebolística quanto com a minha vida ser humana…” Mais uma vez o Nunes (ex-atacante do Flamengo, em uma entrevista antes do jogo de despedida do Zico).

“Não venham com problemática que eu tenho a solucionática.” Dadá Maravilha (ex- jogador de futebol e primeiro marqueteiro do nosso futebol).

“Só existem três coisas que param no ar: Beija-Flor, Helicóptero e Dadá.” O mesmo Dadá Maravilha da frase anterior.

“Eu disconcordo com o que você disse.”Vladimir (ex-meia do Corínthians em uma entrevista para a Rádio Record).

“A moto eu vou vender, e o rádio eu vou dar pra minha tia.” Josimar (ex-lateral direito do Botafogo ao responder a um repórter o que iria fazer com o Motoradio que ganhou como melhor jogador da partida).

“Bom, eu não achei nada, mas o meu companheiro ali achou uma correntinha; acho que é de ouro, dá pra ele vender!”
O mesmo Josimar ao ser perguntado o que ele achou do jogo.

“Nem que eu tivesse dois pulmões eu alcançava essa bola.” Bradock – amigo de Romário reclamando de um passe longo.

Realmente minha cidade é muito facultativa.” Elivelton (ao repórter da Jovem Pam que falava das muitas escolas de ensino superior existentes na cidade natal do jogador).

A partir de agora meu coração tem uma cor só: rubro-negro.” Fabão (zagueiro baiano ao chegar para o Flamengo).

“Campeonatinho mixuruco, nem tem segundo turno!” Garrincha durante a comemoração da conquista da Copa do Mundo em 58.

“Você viu, Didi, o São Cristóvão está de uniforme novo!” Garrincha, em 62, no Chile, reparando no uniforme dos ingleses.

“Que interessante, aqui no Japão só tem carro importado!”
Jardel, jogador de futebol, referindo-se aos Toyotas e Mitsubish’s.
Estavam na concentração do Flamengo Jamir e Fábio Baiano, quando o segundo lendo a revista CARAS, falou:

– Porra, Jamir, este cara é muito rico mesmo. Olhe a casa dele. Você não conhece? Este é o Abílio Diniz, dono do Pão de Açúcar.

Então Fábio Baiano arremata:

– Puxa, não sabia que estes bondinhos davam tanto dinheiro!

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *