Partida de Washington Luiz para o exílio, 1930

 

 

 

 

Washington Luiz, deposto, deixa o Palácio do Catete rumo ao exílio.

 

                       

 

 Revolução de 1930 

 

A Revolução de 1930 assinala o fim da Primeira República. Suas causas se associam tanto a aspectos estruturais do primeiro período republicano, tais como o predomínio oligárquico, a hegemonia do setor agrário- exportador e a exclusão política dos novos atores sociais urbanos, quanto a aspectos conjunturais, exemplificados pela aglutinação de forças oposicionistas em torno da Aliança Liberal. Também conhecida como Revolução de Outubro, o movimento que eclodiu no dia 3/10/1930 resultou da articulação dos Estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraíba, após constatada a derrota de Getúlio Vargas, candidato da Aliança Liberal, para o paulista Júlio Prestes, candidato oficialista, indicado por Washington Luís à sua sucessão na presidência da República. Da Revolução participaram diversos grupos de descontentes, desde as oligarquias menos prestigiadas pela política do “café-com-leite” até segmentos da jovem oficialidade do Exército, inclusive algumas lideranças das revoltas tenentistas da década anterior, animados pelos ideais do liberalismo político. Após alguns poucos combates em diferentes estados do país, o Presidente Washington Luiz foi deposto por uma junta militar, em 24/10/1930.

 

Bibliografia 

FAUSTO, Boris. 

A revolução de 1930: historiografia e história.

 

 

    Author: Redação

    Share This Post On