Virada Cultural 2015 acontece nos próximos dias 20 e 21 de junho

“A Virada é um evento democrático de convivência e ocupação da cidade, que convida a população a se apropriar de espaços públicos por meio da arte, da música, da dança, das manifestações populares”, afirma Nabil Bonduki, secretário municipal de Cultura.

Um dos maiores eventos culturais do mundo, a Virada Cultural de São Paulo chega a sua 11ª edição nos dias 20 e 21 de junho. Refletindo o espírito da “cidade que nunca dorme”, a Virada oferece, durante 24 horas, atrações gratuitas nos mais variados gêneros artísticos. O evento tem início às 18 hs do sábado (20) com a Orquestra Paulistana de Viola Caipira e segue até às 18 hs do domingo (21) com encerramento de Caetano Veloso, fazendo um bis de sua performance do Abraçaço.

Com o objetivo de descentralizar sua grade de programação e estar ao alcance de um número maior de pessoas, a Virada deste ano acontece em várias regiões de São Paulo. Bairros como Campo Limpo, Penha, Ermelino Matarazzo, Itaim Paulista, Heliópolis, Cidade Tiradentes, Jaraguá, Santana, Belém, Pinheiros, Interlagos e Pompéia, receberão música, saraus, afoxés e apresentações nos equipamentos da Secretaria de Cultura.

Também preocupada em ampliar o leque de linguagens artísticas presentes no evento, a Virada reforçou a multidisciplinaridade da curadoria colegiada e conta com representantes de áreas diversas, como Alex Atala em gastronomia; Martinho Lutero, maestro do Coral Paulistano Mário de Andrade, em música erudita; Thomas Haferlach, criador do coletivo Voodoohop, na consultoria das festas de rua; e Henrique Rubin, que atua na Gerência de Ação Cultural do Sesc-SP, representando a instituição que promove todos os anos diversas atrações da Virada. Pela primeira vez, a programação de cinema será coordenada pela Spcine, empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo.

Abertura Junina

Celebrando a música caipira e de raiz, o palco na Praça da República recebe a abertura oficial da virada, com apresentação da Orquestra Paulistana de Viola Caipira, regida pelo maestro Rui Torneze, no “Arraial da Inezita Barroso”, que homenageia a cantora, compositora e pesquisadora cultural popular que faleceu em março deste ano.

A dupla mineira Zé Mulato e Cassiano, os paulistas Pedro Bento e Zé Estrada, e os grupos Matuto Moderno – acompanhado do violeiro índio Cachoeira – e Os Favoritos da Catira se apresentam no local. Na praça também poderão ser encontradas diversas opções de comidas típicas das festas juninas, entre elas, milho, canjica, quentão, vinho quente e churrasco.

Outras atrações

Os 50 anos da Jovem Guarda, símbolo do rock nacional que influenciou a música, moda e comportamento da juventude das décadas de 1960 e 1970, serão homenageados em palco montado na Av. São João. Durante 24h, integrantes do movimento como Jerry Adriani, Leno e Lilian, Golden Boys, Paulo Cesar Barros, Martinha, Vanusa, Wanderléa e Erasmo Carlos cantam seus maiores sucessos.

Para as crianças, a “Viradinha” se concentra no entorno da Praça Rotary, onde se localiza a Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato, e acontece em parceria com o programa São Paulo Carinhosa. A atração reúne atividades para toda a família, como oficinas de produtos recicláveis, horta, grafiti e músicas e sensações para bebês; shows de grupos como Palavra Cantada, Grupo Tri e Trupe Pé de História; espaço de dança e bate-papo para mães; feira gastronômica de alimentação saudável e diversas brincadeiras.

A Virada também terá o projeto “Piano na Praça”, com Nelson Ayres, Clara Sverner e Adilson Godoy ao longo do evento que tocam desde músicas eruditas até populares; e apresentação de diversos cantores em show comandado por Emicida. A programação inclui ainda programação especial de corais, peças musicais, atividades circenses como oficinas, espetáculos, jogos e competições.

Gastronomia

Nesta edição da Virada Cultural, mais uma vez, a Gastronomia ganhou atenção especial. Além do “Galinhódromo”, espaço onde restaurantes apresentam suas receitas de galinhada, que funcionará na Praça Roosevelt, o evento terá diversas opções para o público recarregar as energias durante as 24 horas do evento.

Na região da Luz, a nova tendência de comida de rua, os “bike foods”, ocuparão as ruas com opções de comidas brasileiras, peruana, japonesa, vegetariana, cachorro quente, paletas mexicanas, bolos e waffles, entre outras. Já no Largo São Francisco estará a feira gastronômica que é uma das principais responsáveis pela popularização da comida de rua, o Chefs na Rua.

Para as crianças, além das comidinhas saudáveis que vão estar à disposição na região da “Viradinha”, o Pátio do Colégio recebe a Feira Gastronômica da Magali, em homenagem aos 50 anos da personagem, comemorados neste ano.

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *