Umbanda. FESTIVAL DE CANTIGAS

umbanda1Evento cultural com apresentação em Curitiba (FESTIVAL DE CANTIGAS) comemorativo aos 102 anos do anúncio da Umbanda. 20 novembro as 20 horas no Guairinha. A Umbanda é uma religião nascida no Brasil, que trás em sua essência a mistura étnica, que foi a base da formação do povo deste País, ou seja índio, Negro e Europeu, por conta disto, além de uma religião a Umbanda e também um pólo cultural, agregando a cultura de vários povos, sendo que a musica é a sua representação mais forte.

Por exemplo, sabemos sem a menor sombra de duvida que a mais importante vertente musical de nosso País, o samba, teve sua origem nos terreiros (Samba de terreiro). A Umbanda é reconhecida como Patrimônio Imaterial de varias cidades, inclusive Curitiba.

2. REALIDADE

Mesmo a Constituição Federal, no artigo 5º, VI, estipular ser inviolável a liberdade de consciência e de crença, assegurando o livre exercício dos cultos religiosos e garantindo, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias, o movimento umbandista continua sendo alvo constante do preconceito generalizado da sociedade.

A Umbanda, uma religião brasileira-afro, e não afro-brasileira, pois sua origem é o Brasil, tem pouca aceitação em populações de alta renda, apesar desse índice, estar diminuindo progressivamente devido ao aumento do número de tendas na cidade de Curitiba. Ainda assim, esse número é ainda maior em uma cidade como Curitiba, com poucos negros e com índices invejáveis de riqueza.

Como minimizar o preconceito da sociedade Curitiba? Essa é a questão fundamental para esse projeto.

 

Sabendo que a melhor maneira de combater o preconceito é a conscientização e o esclarecimento, cada vez é mais necessária a interação do movimento umbandista com a sociedade.

Um evento cultural, deste porte, aproveitando a data do dia quinze de novembro do corrente ano, e a semana da consciência negra é uma oportunidade única para minimizar o preconceito com a única religião brasileira.

Um evento cultural, para a comunidade Umbandista e toda a população de Curitiba sendo apoiado pela Lei municipal 11.197 de 2004, que criou o “DIA DA UMBANDA EM CURITIBA” mostrará à própria comunidade umbandista, que, temerosa de represálias e preconceito, o valor da sua religião, resgatando seu orgulho e dignidade.

Este evento apóia-se em outras ações, inclusive algumas tomadas pela própria FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, que reconheceu a UMBANDA como PATRIMÔNIO IMATERIAL DA CIDADE, por meio de um projeto aprovado e custeado por ela “PRA VER A UMBANDA PASSAR DO ESQUECIMENTO A LEMBRANÇA”.

Além disso, para a participação no evento, será solicitado, como ingresso, a doação de 1 kg de alimentos não perecíveis, que serão destinados para instituições filantrópicas, ainda não definidas.

Os patrocinadores do evento terão seus nomes exibidos nos materiais de divulgação.

Aproveitar-se-á o evento para homenagear ícones da Umbanda em Curitiba, escolhidos por único e exclusivo critério dos dirigentes organizadores do evento, sem que haja quaisquer interesses políticos para a escolha.

Outro fato relevante a ser considerado é que o evento será divulgado para inúmeros centros, tendas ou terreiros de Umbanda de Curitiba (estima-se um número aproximado de 1800 terreiros), além da mídia impressa, faixas, banners, entre outros recursos, discriminados no item Divulgação.

 

5. ABRANGÊNCIA

Alem da divulgação nos veículos de imprensa escrita e falada, haverá a divulgação via cartazes, conforme item 6 infra e o contato com o número máximo possível de casas, centros, templos e terreiros de Umbanda de Curitiba.

Estima-se um número de 1.800 (mil e oitocentas) casas de Umbanda, segundo pesquisa realizada no projeto Para Ver a Umbanda Passar.

20 novembro de 2010 as 20 horas no Guairinha.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *