Sergipe ganha mais 16 Pontos de Cultura

ponto-de-cultura1A rede de Pontos de Cultura de Sergipe acaba de ganhar 16 novos integrantes. Na tarde da última sexta-feira, 27, foram anunciados os novos projetos que irão compor a rede que beneficia inúmeras instituições culturais do Estado.

Os Pontos de Cultura fazem parte de uma ação prioritária do Programa Mais Cultura, do Ministério da Cultura (MinC), adotado pela Secretaria de Cultura de Sergipe, que articula várias ações deste programa, através de iniciativas desenvolvidas pela sociedade civil. A iniciativa firma convênios, por meio da seleção por editais públicos, onde os Pontos são responsáveis por articular e impulsionar as ações que já existem nas suas comunidades.

O edital foi lançado no dia 28 de junho e teve 32 projetos aptos para concorrer ao convênio, que foram avaliados e selecionados por uma comissão formada por seis integrantes, sendo destes, dois da Secult, dois do MinC e  dois da sociedade civil, representada pelo Sesc e Sebrae/Se.

Para a secretária de Estado da Cultura, Eloísa Galdino, os Pontos de Cultura são fundamentais para a disseminação e fortalecimento da Cultura sergipana, em diferentes municípios do Estado. “Através dos Pontos mantemos a cultura popular brasileira viva, e em Sergipe, isso não poderia ser diferente. Lançamos o edital e aguardamos ansiosos pelos inscritos. Agora, só nos resta comemorar o sucesso da seleção e torcer para que os beneficiados façam jus a verba que estão recebendo”, destacou a gestora.

Avaliação

Os Pontos aprovados no edital são projetos sem fins lucrativos, de caráter cultural ou com histórico de atividades culturais; além de instituições que atuam na produção artístico-cultural há pelo menos dois anos, contribuindo para a inclusão social dos envolvidos. A banca julgadora foi formada por dois representantes do MinC, dois da Secult e dois da sociedade civil.

O secretário adjunto de Estado da Cultura, Marcelo Rangel, era um dos avaliadores que representaram a Secult. Segundo ele, os projetos passaram por uma triagem para analisar se atendiam os pré-requisitos necessários para concorrer e posteriormente receber o convênio. “Fizemos uma avaliação técnica para observar aspectos como relevância, público alvo, abrangência sócio-cultural de cada projeto e a que eles se propõem. Estamos julgando necessariamente, as ideias que os proponentes propuseram no papel, e assim avaliando-as segundos esses critérios”, explicou Rangel.

O representante do Ministério da Cultura, Carlos Henrique Chenaud, por sua vez, argumenta que a seleção criteriosa do MinC, juntamente com a comissão dos Estados, é importante pois traz um pouco da experiência e da realidade que os curadores do Ministério vêem em outros estados. “Já passamos por inúmeros estados fazendo a avaliação dos Pontos, e sabendo da filosofia do projeto Mais Cultura e de suas necessidades, nosso papel, é escolher projetos e ações culturais aqui em Sergipe, que se adéqüem a essa realidade e compartilhem da mesma ideologia”, acentuou Carlos Henrique.

Já para o curador Edinilson Nascimento, que representa a sociedade civil, através do Sebrae/SE, os projetos estão mais consistentes e mais capazes de serem contemplados. “Este é um processo avaliativo muito importante, e no meu caso, em especial, que estou participando pela segunda vez, é gratificante, pois percebo nas propostas o quanto as ações sócio-culturais de Sergipe estão evoluindo em seus projetos. Isso é muito bom, pois percebemos que o trabalho realizado pela Secult, através de oficinas de capacitação, que por vezes conta com o apoio do Sebrae/Se, está surtindo efeito”, apontou.

Seleção

A Rede de Pontos de Cultura do Estado de Sergipe será constituída pelas entidades privadas conveniadas a partir do edital. Confira abaixo a lista completa dos selecionados: Abaixo, a relação dos demais inscritos que não atingiram a pontuação exigida (superior a 50,00 pontos):

Filarmônica Nossa Sra Da Conceição (Agreste Central) – 69,59 pontos
Soc. Para Avanço Humano e Ecosófico (Grande Aracaju) – 65,53 pontos
Centro de Promoção de Desenvolvimento Sustentavel Ilê Acé O. O. Ladê (Grande Aracaju) – 64,48 pontos
Assoc. Circulante de Ed. Arte e Cultura (Grande Aracaju) – 60,83 pontos
Assoc. dos Moradores do Pov. Ladeirinha A (Baixo São Francisco) – 60,21 pontos
Ação Cultural (Grande Aracaju) – 59,58 pontos
Soc. Filarmônica Pe. Manoel Araújo (Agreste Central) – 58,20 pontos
Assoc. Sergipana de Desenvolvimento Comunitário e Resgate da Cidadania (Sul Sergipano) – 57,90 pontos
Instituto de Artes Cênica (Grande Aracaju) – 55,95 pontos
Grupo Teatral Boca de Cena (Grande Aracaju) – 55,77 pontos
Ação Social Prof. Elizabete (Leste Sergipano) – 55,30 pontos
Associação dos Artesãos de Poço Redondo (Alto Sertão) – 55,01 pontos
Associação Cultural Raízes Nordestinas (Alto Sertão) – 53,80 pontos
Federação Nacional Arte Albertina Brasil (Alto Sertão) – 53,19 pontos
Companhia de Artes Mafuá (Grande Aracaju) – 52,03 pontos
Instituto Vida Ativa (Alto Sertão) – 51,20 pontos

Abaixo, a relação dos demais inscritos que não atingiram a pontuação exigida (superior a 50,00 pontos):

Sociedade Ecoar (Grande Aracaju) – 41,56 pontos
Instituto Viver Aracaju (Grande Aracaju) – 47,03 pontos
Beija-flor Produções Artísticas (Grande Aracaju) – 40,1 pontos
Centro Social D. José Vicente Távora (Grande Aracaju) – 45,99 pontos
Liga Sergipana de Blocos e Escolas de Samba (Grande Aracaju) – 22,35 pontos
Assoc. Moradores e Amigos de Sto Amaro (Grande Aracaju) – 28,12 pontos
Assoc. Lagartense de Gays, Lesbicas e Transgeneros (Centro Sul) – 44,17 pontos
Gararu Sociedade Popular  Educativa e Cultural (Alto Sertão) – 20,70 pontos
Assoc. de Escola de Musica Talentos Daqui (Agreste) – 23,81 pontos
Instituto de Pesquisa em Tecnologia e  Inovação (Sul sergipano) – 36,20 pontos
Associação Indígena das Mulheres Xocós (Alto Sertão) – 39,42 pontos
Centro de Inclusão Social Tia Emília (Agreste) – 41,30 pontos
Associação de Desenvolvimento Social Bairro Olaria (alto Sertão) – 22,60 pontos
Assoc. Comunitária de Moita Bonita (Agreste) – 33,00 pontos
Assoc. de Moradores da Rua da Saudade (Sul sergipano) – 26,70 pontos

O Instituto Simaodiense (Centro Sul) foi desclassificado do processo seletivo por descumprir o item 5.4 do edital.

Prazo para selecionados

As instituições selecionadas terão um prazo de 30 dias a partir da data de publicação da seleção no Diário Oficial do Estado de Sergipe para entregar a documentação exigida no edital à Secretaria de Estado da Cultura (Secult). Quem desejar mais informações pode entrar em contato com a Assessoria Técnica da secretaria através do telefone (79) 3179-1917.

    Author: Redação

    Share This Post On

    4 Comentários

    1. DCwkW5 A big thank you for your post.Really looking forward to read more. Much obliged.

    2. kg04pX Thank you ever so for you post.Really looking forward to read more. Want more.

    Trackbacks/Pingbacks

    1. shower faucet - shower faucet... How do i put music playing on my wordpress homepage?...
    2. cheap cycle clothing - cheap cycle clothing... What is the best website to start a blog that I eventually want to make revenue with?...
    3. shower heads uk - shower heads uk... I have a wordpress blog and I would like to remove everything (it's hosted on my own domain …
    4. dog cage - dog cage... I wish to write articles based on the information collected through some copyright books. I won't copy - paste …
    5. dog costume - dog costume... How do I get traffic to a blog on blogger?...

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *