Sarau da Ressaca – Sambas, Marchinhas, Choros e Jazz

 

O Brasil é uma país musical, niguém duvida disso. Qualquer motivo é motivo para rolar “samba”. Imagine misturar música e gastronomia, que alias é a demonstração clara de nossa riqueza cultural. A gastronomia brasileira é rica em misturar sabores e cria pratos únicos. A música brasileira é rica em generos e encantamentos. Anildo do CimplesÓcio sabe como ninguém fazer desta mistura uma forma de conviver com o vasto repertorio de emoções da cultura brasileira, musical e gastronomicamente falando e convidando o público em geral para este encontro. O Partal Brasil Cultura apoia.

O carnaval do CimplesÓcio mesmo no improviso acabou saindo nos tres dias programados – dois com muita chuva – que ocasionou pouco público e sobras de bebidas. Alguns dos músicos participantes – Saul Trumpet, Marlene Meira, Marquinho Filgueiras e Henrique Rodrigues, para ajudar no ressarcimento do prejuízo do espaço, toparam diminuir seus caches para montar uma roda de boa música entre 4 da tarde e 9 e meia da noite.

Portanto muita festa, folia e alegria com música de qualidade e ingresso musical acessível, mais promoção na comida e bebida.

A culinária do sabado a tarde será uma Vaca atolada (R$10,00 p/pessoa).

Depois das 6 teremos ofeijãoamigo (R$ 6,00).
Ingresso musical: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes, menores e maiores de 65 anos).
– Traje: Tricolor com tons alegres – muita cor.
+ informações: 41 3209 8802 / 8705-3560

Sarau da Ressaca – dia 03 março -sabado- 14h

com: Saul Trumpet, Marlene Meira, Marquinho Filgueiras e Henrique Rodrigues.

+ músicos convidados

Feitoria/Descontrução CimplesÓcio:

Rua Miguel Jorge Nasser, 206 -bairro Bacacheri/Tingui

espaço:14h – música: 16h00

http://cimples-ocio.blogspot.com/  

 

*

O samba é caracterizado por uma seção de ritmo contendo a marcação, geralmente surdo ou tantan, o `coração do samba’; e seu núcleo mais importante é geralmente reconhecido como cavaco e pandeiro. O cavaquinho é a conexão entre a secção de harmonia e a secção de ritmo, e costuma ser reconhecido como um dos instrumentos harmônicos mais percussivos existentes; sua presença, via de regra, diferencia o verdadeiro samba de variações mais suaves como a Bossa Nova (embora haja algumas gravações de samba que não usem o cavaco, e.g. de Chico Buarque). O pandeiro é o instrumento percussivo mais presente, aquele cuja batida é a mais completa. Um violão está sempre presente, e a maneira de tocar violão no samba popularizou o violão de 7 cordas, por causa das sofisticadas linhas de contraponto utilizadas no gênero nas cordas mais graves. As letras falam basicamente de qualquer coisa, já que o samba é o ritmo nacional brasileiro.

*O Choro, popularmente chamado de chorinho, é um gênero musical, uma música popular e instrumental brasileira, com mais de 130 anos de existência. Os conjuntos que o executam são chamados de regionais e os músicos, compositores ou instrumentistas, são chamados de chorões. Apesar do nome, o gênero é em geral de ritmo agitado e alegre, caracterizado pelo virtuosismo e improviso dos participantes, que precisam ter muito estudo e técnica, ou pleno domínio de seu instrumento. O choro é considerado a primeira música popular urbana típica do Brasil e difícil de ser executado. O conjunto regional é geralmente formado por um ou mais instrumentos de solo, como flauta, bandolim e cavaquinho, que executam a melodia, o cavaquinho faz o centro do ritmo e um ou mais violões e o violão de 7 cordas formam a base do conjunto, além do pandeiro como marcador de ritmo.

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    1 comentário

    1. 28KTbx Im thankful for the article post. Will read on…

    Trackbacks/Pingbacks

    1. laser cellulite treatment - Title... [...]check below, are some absolutely unrelated internet websites to ours, nevertheless, they may be most trustworthy sources that we use[...]...
    2. telefonsex handy - Title... [...]we came across a cool site that you just may well get pleasure from. Take a look if you want[...]...

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *