São Miguel das Missões: danos causados por tempestade

sao miguel

As equipes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) – ambas as autarquias vinculadas ao MinC –  estão no Sítio Arqueológico de São Miguel das Missões (RS), Patrimônio Mundial desde 1983, avaliando os danos provocados pelo forte temporal que atingiu a região na noite de domingo, 24 de abril. São cerca de 30 profissionais mobilizados, principalmente, no transporte das esculturas sacras missioneiras do período jesuítico para um local mais seguro, visto que há previsão de mais chuvas.

Brigada_MilitarDivulgacao

O presidente do Ibram, Carlos Roberto Brandão, está acompanhando o trabalho e irá reunir-se com o prefeito de São Miguel das Missões e o superintende do Iphan no Rio Grande do Sul nesta terça-feira, dia 26, para avaliação e encaminhamento das próximas medidas que se façam necessárias à preservação do acervo e ao reestabelecimento das atividades do museu – que, devido ao incidente, suspendeu a visitação, ao sítio e ao museu, por tempo indeterminado.

 

As primeiras informações são de que as ruínas do Sítio Arqueológico e a Igreja de São Miguel não foram prejudicadas. No momento do incidente, não havia visitantes no prédio, mas um vigilante do museu se feriu levemente, tendo sido atendido, ainda ontem, em um hospital da região.

A superintendência do Iphan-RS já está fazendo um levantamento do que precisa ser reparado. Até o momento, foram identificados danos à vegetação do sítio arqueológico, com várias árvores de grande porte quebradas, vidros e esquadrias das janelas do museu estilhaçados. Esculturas de maior porte ali abrigadas tombaram e algumas peças foram arremessadas para fora do prédio.

 

O sítio arqueológico de São Miguel das Missões é um dos conjuntos históricos mais importantes situados em terras brasileiras. Em 1937, o arquiteto Lucio Costa foi enviado ao Rio Grande do Sul para analisar os remanescentes dos Sete Povos das Missões e a visita resultou no tombamento, pelo Iphan, em 1938.

 

O temporal com possível tornado atingiu o município de São Miguel das Missões e deixou pelo menos 50 casas com muitos danos. A força do vento ainda arrancou parte da cobertura do hospital local e praticamente destruiu o Centro de Tradição Gaúcha (CTG). O temporal  causou interrupção no fornecimento de energia elétrica.

 

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *