Samba invade o Boullevard Olímpico da Rio 2016

parque

Se você pensa que Olimpíada só ocorre dentro das arenas, precisa participar do dia a dia de uma cidade que recebe os Jogos. No Rio de Janeiro, o espírito olímpico circula pela cidade no ritmo do samba.

Por – Victor Ribeiro

 

Nessa quinta-feira (11), o Encontro de Carnavais, que ocorria na Praça XV, no centro, mudou de vez para o Boulevard Olímpico do Parque Madureira, na zona norte.

 

Para o analista de departamento pessoal Rafael Morais, o samba tem tudo a ver com o clima dos Jogos Olímpicos.

 

É difícil resistir à bateria da Não Existe Mais Quente, da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel. Ainda mais quando ela se encontra com o Bloco das Carmelitas, um dos mais populares do Rio. A aposentada Marilene Pereira da Silva caiu no samba.

 

O Carmelitas e a Mocidade Independente transformaram o Parque Madureira numa pequena passarela do samba. Além da bateria, teve mestre-sala e porta-bandeira, porta-estandarte de perna de pau, ala de passistas e intérpretes do samba.

 

O coreógrafo da Mocidade, George Louzada, destacou que a missão desse encontro é usar o samba para abraçar o público.

 

Os Encontros de Carnavais vão ocorrer todos os dias, até o fim da Olimpíada Rio 2016, sempre no Parque Madureira e com entrada gratuita.

 

Nesta sexta (12), será a vez da escola de samba Salgueiro encontrar o Bloco Imprensa que eu Gamo, de jornalistas.

 

No sábado (13) tem o Cordão da Bola Preta com a Portela, escola do Bairro de Madureira. O encerramento, no dia 21, será com o encontro da Estação Primeira de Mangueira com o bloco Cordão do Boitatá.

 

 

 

    Author: Braisil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *