Rubens Barbot 40+20

rubensO premiado bailarino Rubens Barbot e sua Cia. de Teatro e Dança estreiam o espetáculo 40+20 – composto por duas montagens: Meu Mais Velho e Clóvis – no nobre Espaço Cultural Tom Jobim, no Jardim Botânico. O grupo se apresentará entre os dias 15 e 19 de outubro e fará uma releitura dos espetáculos apresentados por Barbot ao longo de seus 40 anos de carreira.  Além disso, a Cia. – composta por bailarinos e atores negros – também representará, a partir da dança contemporânea, a poesia e a cultura dos clóvis, mais conhecidos como “bate-bolas” dos subúrbios do Rio de Janeiro. 

O espetáculo 40+20 é apresentado em duas partes; raro formato na criação de espetáculos pela companhia. A primeira delas será a montagem Clóvis, na qual o colecionador de gestos Rubens Barbot, juntamente com seus bailarinos, transfigurará para as suas corporalidades um pouco da poética da cultura dos bate-bolas do subúrbio dançante carioca. E já a segunda, Meu Mais Velho, cruzará experiências, passos, sensações, cenografia, sonoplastia, enfim toda a arte produzida por Barbot nessas quatro décadas de valorização da cultura negra brasileira. Para a realização desta coreografia Gatto Larsen e Cláudia Ramalho fizeram uma espécie de “curadoria” sobre a coleção de gestos, movimentos e imagens que Barbot (como a maioria o chama) pesquisou, criou e mais estiveram e estão ao longo das suas criações. Com esse material, Rubens, os bailarinos e a direção dialogaram construindo este painel negro e contemporâneo.

“Os quarenta anos de minha carreira se encontram exatamente com uma companhia festejando os vinte anos de sua fundação. Isso tudo merece uma festa. E será uma festa de dança e para a dança; principalmente, para um Rio de Janeiro dançante que eu tanto admiro. São coreografias sem saudosismo, mas honestas como toda minha trajetória coreográfica, que tem como lema: ‘Por um gesto honesto’”, afirma Rubens Barbot.

O espetáculo 40+20 está sendo financiado com o Prêmio Klaus Vianna da FUNARTE (2009) e o Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileira da Fundação Cultural Palmares (Petrobrás – CADON – 2010). Também conta com a parceria do Instituto Palmares de Direitos Humanos (IPDH) e com o apoio do Espaço Cultural Tom Jobim. 

Classificação Etária: 16 anos. Espaço Cultural Tom Jobim (300 lugares)
Rua Jardim Botânico, 1008De 15 a 19 de outubro de 2010, às 20h30
Ingresso: R$20,00 (inteira); R$10,00 (meia) – Apenas em espécie – Venda de ingressos também pelo  www.ingresso.com
Horário da bilheteria: terça a sábado de 14h às 19h – Tel.: 2274-7012
Acesso facilitado a cadeirantes – Estacionamento no local – Metrô (integração) a menos de 500m
(Preços populares e valores especiais para grupos comunitários)

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *