RJ – Cores e magia no carnaval

cor carnaval rioCom suas belas e criativas alegorias e o ritmo contagiante de seus componentes, as escolas de sambas são o principal símbolo do carnaval carioca. E elas estão a pleno vapor para receber os turistas no Sambódromo da Marquês de Sapucaí. Mesmo o incêndio na Cidade do Samba que destruiu as alegorias e fantasias das escolas Portela, Acadêmicos do Grande Rio e União da Ilha do Governador, não deve tirar o brilho dos desfiles. Mutirões de sambistas estão reunidos para confeccionar os figurinos das agremiações atingidas.

Os desfiles do Grupo Especial foram mantidos como uma alteração para que a Portela, que destacará as navegações, passe pela avenida no domingo, dia 6 de março. Neste dia, a passarela do samba receberá também São Clemente com uma homenagem ao Rio de Janeiro, Imperatriz Leopoldinense e a história da Medicina, Unidos da Tijuca retratando o medo, Unidos de Vila Isabel e os mitos e histórias dos cabelos e Mangueira cantando a vida de Nelson Cavaquinho. Na segunda-feira, dia 7 de março, será a vez da União da Ilha do Governador e o mistério da vida, Acadêmicos do Salgueiro com o Rio no cinema, Mocidade Independente de Padre Miguel com a parábola dos divinos semeadores, Acadêmicos do Grande Rio e a ilha das bruxas, Unidos do Porto da Pedra falando dos sonhos e Beija-Flor de Nilópolis e a carreira do cantor Roberto Carlos. Por enquanto, são os ensaios que agitam os foliões.

 

 

 

Nos bairros

A cidade maravilhosa reserva mais atrações para os dias que antecedem a folia. Bandas e blocos desfilam pelas ruas da cidade em animados ensaios. Durante o carnaval, serão 424 blocos da zona norte à zona sul, arrastando multidões pelos bairros.

Há opções para todos os gostos. Hoje, por exemplo, a tradicional Banda de Ipanema, anima as ruas do bairro. No próximo fim de semana, a programação inclui atrações como o Gigantes da Lira, no bairro das Laranjeiras, para agitar a manhã da criançada, e, em Ipanema, desfilará o Bloco da Preta, comandado pela cantora Preta Gil.

Outra divertida opção é o Terreirão do Samba, um espaço ao ar livre que recorda a Praça Onze, considerada o berço do samba. Antes mesmo do carnaval, o grande palco já atrai os foliões da madrugada com shows de música popular brasileira e samba. Confira os horários dos desfiles das escolas de samba no site da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (http://liesa.globo.com 

 Os locais de saída dos blocos e bandas podem ser acessados na Empresa de Turismo do Rio de Janeiro: www.rio.rj.gov.br/web/riotur

    Author: Redação

    Share This Post On

    1 comentário

    1. 1l1tJN Thanks for the blog post.Much thanks again.

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *