PCdoB comandará Comissão de Cultura da Câmara

Em 2013, a cultura brasileira será palco de grandes e decisivas transformações no território nacional. É importante destacar o protagonismo que a pauta da cultura ganha a partir da criação da Comissão de Cultura, desmembrada da Comissão de Educação. Além de surgir com maior espaço, a temática terá o esforço e competência do PCdoB à frente de sua presidência, assim como fizemos em relação à Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura nos últimos dois anos.

Nossa expectativa é que o destino das políticas públicas do País para a cultura seja de consecutivas vitórias, como o Vale-Cultura e o Sistema Nacional de Cultura, ambos já sancionados e promulgados respectivamente. As mudanças neste sentido já começaram, amparadas por pilares muitos resistentes dentro do conceito de valorização do nosso cidadão
brasileiro e sua história, em paralelo ao Ministério da Cultura e governo brasileiro.

Reconhecer a política cultural como a costura de um processo civilizatório, de dimensão simbólica, humana, capaz de gerar interpretação sobre o modo de vida e desenvolvimento social legitima nosso esforço contínuo em promover uma cultura brasileira de acesso, dando vigor aos movimentos populares e aos grupos organizados da sociedade civil.

Amparar este processo no Parlamento é respeitar e valorizar nossas raízes e fomentar a ampliação de horizontes para o cidadão, garantindo-lhe o acesso aos bens culturais. É lutar por uma sociedade rica da própria cultura para que crie, consuma, desenvolva e repasse cultura às próximas gerações.

Por Jandira Feghali*

*Deputada Federal pelo PCdoB do Rio de Janeiro, presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura e indicada para Presidência da Comissão de Cultura da Câmara.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *