Paulo Leminski bate ‘Cinquenta Tons de Cinza’ em lista de mais vendidos

Antologia do poeta curitibano lidera ranking da Livraria Cultura ocupado há meses por trilogia de E. L. James

O poeta curitibano Paulo Leminski superou os livros da trilogia “Cinquenta Tons de Cinza” na lista de mais vendidos da Livraria Cultura, uma das maiores do País.

A antologia “Toda Poesia” lidera o ranking há duas semanas. No mais recente, referente à semana de 11 a 17 de março, “Cinquenta Tons de Liberdade” ficou em quinto, “Cinquenta Tons de Cinza” em sétimo e “Cinquenta Tons Mais Escuros” em oitavo.

A trilogia de E.L. James domina a lista de mais vendidos desde o segundo semestre do ano passado, e na maior parte deste período se manteve no topo ou nas primeiras posições.

Lançado em fevereiro pela Companhia das Letras, “Toda Poesia” reúne mais de 630 poemas de Leminski, dos primeiros publicados aos póstumos.

A obra estreou na lista de livros mais vendidos de ficção da Livraria Cultura pouco depois de chegar à loja, ocupando a quarta posição no ranking referente à semana de 25 de fevereiro e 3 de março. Na ocasião, “Cinquenta Tons de Cinza” estava em segundo e “Cinquenta Tons de Liberdade” em terceiro. A liderança era de “O Lado Bom da Vida”, de Matthew Quick.

Na semana seguinte (4 a 10 de março), Leminski passou para o primeiro lugar, deixando a trilogia de E.L. James no terceiro, quarto e quinto lugares.

Nascido em 1944, Leminski foi poeta, romancista, tradutor, biógrafo, ensaísta e compositor, com músicas gravadas por artistas como Caetano Veloso, Ney Matogrosso e Itamar Assumpção. Faixa preta de judô, morreu em 1989, em Curitiba.

 

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *