Paraná – Municípios conhecem projeto de promoção e democratização da leitura

A Secretaria Estadual da Cultura apresentou nesta terça-feira (19), em Curitiba, o projeto Agentes de Leitura do Paraná, que tem como principal objetivo a promoção da leitura e da cidadania, além da formação de agentes de leitura que serão multiplicadores em suas comunidades. A proposta foi apresentada a representantes de Apucarana, Foz do Iguaçu, Paranaguá e Pinhais, municípios selecionados para receber o projeto.

O projeto prevê a formação de 80 agentes de leitura, com idade entre 16 e 18 anos, que serão capacitados. Durante o período vigente, estes jovens receberão uma bolsa-auxílio e serão orientados em cada cidade por um agente mediador. Cada município contará com 20 agentes de leitura e um agente mediador.

Além dos agentes, serão beneficiados diretamente crianças, adolescentes e seus familiares em situação de vulnerabilidade social, residentes nos municípios selecionados. Eles serão atendidos pelos agentes de leitura nas bibliotecas públicas municipais e em outros espaços, por meio de rodas de leituras comunitárias, contação de histórias, promoção de cirandas e movimentação do acervo bibliográfico com o empréstimo de livros, despertando o interesse e o prazer pela leitura.

Para o secretário de Estado da Cultura do Paraná, Paulino Viapiana, o projeto deve contribuir muito com o desenvolvimento da comunidade e da sociedade. “A leitura continua sendo a base de todas as ações culturais. É a porta de entrada para que as pessoas se sensibilizem e consumam outras formas de arte”, argumenta.

Letícia Hillen dos Reis, coordenadora do programa Família Paranaense, está otimista com o projeto. “As famílias que atendemos merecem algo mais. Estamos sempre dando assistência nas questões de saúde, mas oferecer um projeto de leitura é algo novo. A iniciativa é linda e pode crescer muito ainda”.

O projeto é uma parceria da Secretaria de Estado da Cultura, por meio da Biblioteca Pública do Paraná, com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social. É financiado com recursos do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA/PR), por meio do Fundo Estadual para a Infância e Adolescência (FIA/PR). O Sistema Família Paranaense será responsável por avaliar o impacto das ações com as famílias.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: http:///www.facebook.com/governopr ewww.pr.gov.br

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *