Paraná. Memórias com exposições fotográficas

Fotografias que resgatam a memória de cidades, de fatos históricos e de pessoas estão expostas em na Casa Andrade Muricy (CAM) e no Museu Oscar Niemeyer (MON). As imagens permitem ao público se apropriar de olhares alheios para entender e sentir emoções de tempos passados e atualizá-las com sua própria maneira de perceber o mundo.

O Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS) e o Instituto Federal do Paraná organizam a exposição “Memória e Imagem: nas lentes de Guilherme Glück”. O fotógrafo foi um dos mais atuantes do sul do Brasil e, durante cinco décadas (1920-1960) registrou comunidades paranaenses. Na mostra é possível observar 62 fotos que destacam a arquitetura, o cotidiano, as escolas e os desfiles patrióticos da Lapa e cidades vizinhas. A exposição, com entrada grátis, está em cartaz até 11 de março na Casa Andrade Muricy.

Na busca de compreender as relações sociais e a dinâmica dessa comunidade registrada por Glück, as fotógrafas Tânia Buchmann e Charly Techio apresentam uma exposição complementar com 20 imagens, intitulada “Um Olhar Contemporâneo sobre a Lapa de Glück”.

Também até 11 de março, no mesmo espaço, está aberta para visitação a exposição “Zeitsprung – Salto no Tempo”, com cerca de 100 fotografias de Erich Salomon e Barbara Klemm. Os dois fotojornalistas possuem fundamental importância para a cultura alemã. O primeiro retratou grandes acontecimentos políticos nas décadas de 1920 e 1930 e é considerado o pai do fotojornalismo político moderno. Já Barbara capturou momentos históricos direcionando o foco de sua lente para aspectos sociais e psicológicos das personagens.

ENTREVISTAS – A Série Entrevistas, projeto editorial desenvolvido no jornal Gazeta do Povo, de julho a novembro do ano passado, é exibida em novo suporte. São fotos de 23 personalidades ligadas ao Paraná expostas nos quatro pisos da Torre de Fotografia do Museu Oscar Niemeyer, acompanhadas de textos de José Carlos Fernandes, repórter e editorialista do jornal, que divide a curadoria da mostra com Alexandre Mazzo, editor de fotografia.

O público que já leu as entrevistas, divulgadas nas edições de domingo, terá agora a oportunidade de revisitar o conteúdo nas paredes do museu, com fotos ampliadas. A museografia inclui iluminação e o efeito da arquitetura do prédio. O conteúdo jornalístico, portanto, ganha novo recorte. Quem ainda não conhece a proposta terá a oportunidade de se deparar com essa matéria de memória, legado para o futuro, no tempo presente.

Serviço

“Memória e Imagem: nas lentes de Guilherme Glück”; “Um Olhar Contemporâneo sobre a Lapa de Glück”, de Tânia Buchmann e Charly Techio; “Zeitsprung – Salto no Tempo”, de Erich Salomon e Barbara Klemm.

Até 11 de março.

Casa Andrade Muricy (Alameda Dr. Muricy, 915, Centro – Curitiba/PR).

Entrada gratuita.

Horário de funcionamento: terça a sexta-feira, das 10 às 19 horas. Sábado e domingo, das 10 às 16 horas.

Informações: (41) 3321 4798.

Série Entrevistas

Até 26 de fevereiro de 2012.

Torre do Museu Oscar Niemeyer Rua Marechal Hermes, 999. Centro Cívico – Curitiba/PR).

Informações (41) 3350 4400.

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 10h às 18 horas.

Ingressos: R$4 e R$2 (meia). No primeiro domingo de cada mês o ingresso é gratuito

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *