Ouça “História Hoje” 29/01/: José do Patrocínio, a causa abolicionista foi sua vida

patrocinio

Se toda a propriedade é roubo, a propriedade escrava é um roubo duplo, contrária aos princípios humanos que qualquer ordem jurídica deve servir.

Apresentação José Carlos Andrade

ANTES DE OUVIR O ÁUDIO DESLIGUE O SOM DA RÁDIO BRASIL CULTURA NO TOPO DA PAGINA

 

 

A reflexão é do abolicionista José do Patrocínio que fez do combate à escravidão a causa de sua vida.

Ele morreu de tuberculose, aos 51 anos, no dia 29 de janeiro de 1905, no Rio de Janeiro.

Jornalista, escritor, político e ativista. Era chamado de Tigre da Abolição, ajudou a criar uma série de instituições que trabalharam contra a escravidão.

 

 

 

Trabalhou em vários jornais, comprou um deles e sempre defendeu, neles, a causa anti-escravidão. Chegou a escrever três romances, hoje desconhecidos. Ajudou a fundar a Academia Brasileira de Letras, tendo ocupado uma das cadeiras.

 

Voltou ao Rio, onde morreu esquecido e endividado. Diz-se que deixou um texto inacabado quando morreu, depois de ter visto um carroceiro açoitar um cavalo: “Eu tenho pleos animais um respeito egípcio. Penso que eles têm alma, ainda que rudimentar, e que eles sofrem conscientemente as revoltas contra a injustiça humana.”

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados às datas do calendário. Vai ao ar pela Rádio Brasil Cultura de segunda a sexta-feira.

Author: Brasil Cultura

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *