Orquestra Sinfônica do Paraná volta a PG

Longe dos palcos de Ponta Grossa há mais de um ano, a Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP) retorna a Princesa dos Campos para um grande espetáculo, neste domingo (17). Resultado da parceria entre a Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria de Cultura e Turismo, Governo do Paraná e Ministério da Cultura, o concerto será realizado no Cine-Teatro Ópera, às 19h. A partir de quinta-feira (14) os ingressos estarão à disposição na bilheteria do teatro no valor de R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia).

 

Sob a regência do maestro e violinista de Brasília, Cláudio Cohen, um dos grandes nomes do cenário musical do país e exterior, a Orquestra Sinfônica do Paraná se apresentou em várias cidades paranaenses e encerra a turnê em Ponta Grossa. A apresentação inclui, ainda, participação solo do harpista Helio Leite.

 

Com 26 anos de existência, a OSP desenvolve grande atividade de concertos sinfônicos, coral sinfônico, concertos didáticos para escolas, óperas, acompanhamento de grandes obras de balé com o Balé Teatro Guaíra e realiza o projeto cultural de interiorização da música sinfônica no Estado. Inúmeros maestros e solistas convidados brasileiros e internacionais contribuíram com a Orquestra conferindo a ela lugar de destaque no cenário nacional. Em seu repertório constam mais de 800 obras e mais de 700 atuações, com estréias brasileiras e sul-americanas importantes. Em sua discoteca constam dois CD e um LP.
Programa:

Compositores/Obras

RIMSKY- KORSAKOV, Nicholai (1844-1908)

 

Abertura sobre temas Russos, Op. 28.

 

Compositor russo considerado um mestre em orquestração, que escreveu obras importantes como “Scheherazade”, de 1888, e “A Grande Páscoa Russa”. Korsakov também compôs as óperas “Sadko”, de 1887, e “O Galo de Ouro”, de 1909.

 

PIERNÉ, Gabriel (1863-1937)

 

Concertstück para harpa e orquestra em Sol sustenido maior, Op.39. Allegro moderato – Andante – Allegro Scherzando

 

Pierné foi compositor, organista e regente francês, aluno de César Frank, autor de oito óperas, balés, oratórios, obras orquestrais, concerto para piano e orquestra (1887), uma obra para balé, um poema sinfônico para piano e orquestra. Para órgão e orquestra compôs Les Cathédrales, para harpa e orquestra escreveu um Konzertstück.

 

Solista: Helio Leite, músico integrante da Orquestra Sinfônica do Paraná

 

GUARNIERI, Camargo (1907-1993)

 

Dança Brasileira

 

Um dos maiores nomes da música brasileira, Guarnieri escreveu muitas obras para orquestra, música de câmara, canto, solistas. Recebeu o prêmio “Gabriela Mistral” pela OEA (Washington), considerado o Nobel das Américas, com o título de “Maior Compositor Contemporâneo das Três Américas.

SANTORO, Cláudio (1919-1989)
Canto de Amor e Paz

Santoro foi um importante compositor brasileiro, fundador e maestro titular das Orquestras de Câmara da Rádio MEC e da Universidade de Brasília. Sua atuação artística, educacional e política foi marcante e influenciou várias gerações.

 

PROKOFIEV, Sergei (1891-1953)

 

Sinfonia nº 1 em Ré maior, Op. 25 – Clássica

 

Allegro – Larghetto – Gavotte – Finale

 

Compositor natural de Sontsovka, um dos traços característicos do estilo de Prokofiev é o brilhante humorismo. Mas esse estilo variou muito, no tempo, entre sutilezas requintadas e fortes acentos populares, entre o nacionalismo russo e o Neoclassicismo. Sua obra é extensa e abrange todos os gêneros.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *