Orquestra À Base de Sopro e Arismar do Espírito Santo reunidos no Portão Cultural em Ctba.

Um espetáculo que promete movimentar este fim de semana acontece no Auditório Antônio Carlos Kraide do Portão Cultural, às 20h de sábado (24) e às 18h de domingo (25). Sobem ao palco a Orquestra À Base de Sopro (OABS) e o multi-instrumentista e compositor Arismar do Espírito Santo, um dos principais nomes da música instrumental brasileira da atualidade.

No show “Orquestra À Base de Sopro Convida Arismar do Espírito Santo”, o grupo instrumental executará composições do convidado, que integram trabalhos fonográficos recentes da OABS, sendo que Arismar mostrará sua versatilidade tocando contrabaixo, guitarra, violão de 7 cordas, piano e bateria.

Arismar do Espírito Santo iniciou sua brilhante carreira artística no contrabaixo. Foi assim que se destacou no cenário da música instrumental, tanto em seu primeiro disco solo, lançado em 1993, como em trabalhos com os mais diversos artistas. Arismar tem um estilo único de tocar – suingado, percussivo e muito intuitivo –, que começou a desenvolver desde os tempos em que se apresentava na Baiuca, famosa casa de jazz localizada no centro de São Paulo, na década de 1970.

O talento de Arismar já rodou o mundo, acompanhando grandes nomes ou como solista principal. Japão, Europa, Argentina, Uruguai, Estados Unidos e vários outros lugares constam da rota musical do instrumentista. Entre os muitos destaques de sua trajetória está o tema “Santos X Corinthians”, registrado com seu filho, Thiago Espírito Santo (baixo), especialmente para o CD Guitar Payer 2009.

 

A orquestra – Mantida pelo Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC), órgão responsável pela gestão da área musical da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), a Orquestra À Base de Sopro – OABS surgiu em janeiro de 1998, sob a direção do maestro Roberto Gnattali. Paralelamente ao incentivo e à valorização da produção local, o repertório da orquestra reúne mais de 40 arranjos de diversos compositores brasileiros, além de dezenas de músicas escritas pelos seus componentes, consolidando um trabalho de grande originalidade.

Dirigida desde 2002 pelo clarinetista Sérgio Albach – um dos nomes que tem se destacado no cenário musical paranaense desde os anos de 1980 – a orquestra é considerada um dos principais grupos de música instrumental brasileira. Na sua formação estão 17 instrumentistas, divididos na execução de flautas transversais, clarinetes, clarone, sax alto, sax tenor, trompetes, trombones e uma base rítmico-harmônica com piano, guitarra, baixo, bateria e percussão.

Vencedora do prêmio Saul Trumpet de melhor grupo instrumental, em 2002, e indicada ao Prêmio TIM, na categoria revelação 2008 pelo CD “Mestre Waltel”, a orquestra tem projetos de intercâmbio de maestros, arranjadores e solistas, além a divulgação da música brasileira, desde as bandinhas de coreto à música instrumental contemporânea, passando pelas orquestras de gafieira, de rádio e de frevo. Convidados ilustres já se apresentaram com a OABS, entre eles Itiberê Zwarg, Proveta, Roberto Sion, Toninho Ferragutti, Vittor Santos, Mauro Senise, Laércio de Freitas, Teco Cardoso e Arrigo Barnabé, que escreveu uma obra exclusiva para o grupo, “A Metamorfose”, registrada em DVD, em junho de 2009.

Em 2012, foi a vez do CD e DVD gravados junto com o multi-instrumentista, arranjador e compositor fluminense André Mehmari, apontado como uma das revelações da música brasileira recente, premiado tanto na área erudita como popular. No mesmo ano, a OABS colocou ao alcance do público o CD e DVD “Nossos Compositores”, mostrando o talento e versatilidade dos músicos da orquestra como criadores de composições e arranjos. O trabalho seguinte, o CD “La testa in giù” (De cabeça para baixo) lançado na Itália, no início de 2013, firmou o início de uma carreira internacional. Produzido pelo importante selo italiano EGEA, mais conhecido pelos seus trabalhos em música erudita, o CD gravado em Curitiba tem como convidado o celebrado clarinetista italiano Gabriele Mirabassi. Em janeiro de 2014, durante a 32ª Oficina de Música de Curitiba, aconteceu o lançamento do CD “Orquestra À Base de Sopro e Léa Freire”, resultado de um trabalho desenvolvido ao longo de dois anos, junto com uma das principais parceiras do grupo, a flautista Lea Freire, compositora, arranjadora e exímia autora de melodias improvisadas.

 

Serviço:

Show “Orquestra À Base de Sopro Convida Arismar do Espírito Santo”.

Datas e horários: dia 24 de maio (sábado), às 20h, e dia 25 de maio de 2014 (domingo), às 18h.

Local: Auditório Antônio Carlos Kraide do Portão Cultural (Av. República Argentina, 3.430 – Portão).

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada)

Classificação livre.

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *