Orçamento da União, mas também de emendas parlamentares e dos recursos destinados ao Fundo Nacional de Cultura.

Esses recursos serão usados para a execução de ações como o mapeamento das expressões culturais de todo o território nacional e das atividades econômicas associadas à chamada economia criativa; a concessão de benefício financeiro às pessoas reconhecidas como mestres da cultura popular e detentores de saberes tradicionais; inserção da disciplina de arte no ensino básico de escolas públicas, com a formação continuada de 20 mil professores.
Hoje, além de comentar a necessidade de mais recursos, Mamberti também destacou a importância de estados e municípios criarem seus próprios planos e fundos de cultura, conforme prevê o Sistema Nacional de Cultura (SNC).
Entre as metas do Plano Nacional de Cultura também estão o fomento à produção cinematográfica, de forma a duplicar o número de filmes que foram produzidos em 2010, alcançando 150 novos longa-metragens em 2020; e chegar a 15 mil pontos de cultura em funcionamento até 2020.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *