O folclore brasileiro na sala de aula: Histórias e lendas

 

desenhos-do-folclore-brasileiro-2

São exemplos mitos, lendas, brincadeiras, danças, festas, comidas típicas e demais costumes que são transmitidos de geração para geração.

Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

·         Identificar manifestações do folclore brasileiro;

·         Compreender o significado de folclore;

·         Compreender o que são lendas;

·         Conhecer algumas lendas do folclore brasileiro;

·         Identificar os elementos organizacionais e estruturais das lendas e sua finalidade;

·         Sensibilizar-se pela necessidade de respeitar a si mesmo e aos colegas em relação às crenças, costumes e tradições que orientam nossos pensamentos e atitudes;

·         Realizar uma discussão oral, com desenvoltura, sobre o tema;

·         Desenvolver a capacidade de escutar, de dialogar e de respeitar os diferentes pontos de vista relativos ao folclore;

·         Identificar superstições folclóricas;

·         Respeitar e valorizar a diversidade e a riqueza do folclore brasileiro;

·         Descobrir as principais manifestações folclóricas do nosso país, conhecer alguns de seus personagens e suas características através do contato com histórias em quadrinhos;

·         Desenvolver habilidades de leitura, de escrita e de interpretação;

·         Desenvolver atitudes de interação, de colaboração e de troca de experiências em grupo;

·         Utilizar os recursos existentes no laptop do Projeto UCA e no tablet, visando construir conhecimentos novos relativos ao tema da aula.

Duração das atividades
Aproximadamente 300 minutos – Cinco (5) atividades de 60 minutos cada uma.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Para a realização desta atividade é necessário que já tenham sido desenvolvidas algumas estratégias de participação e de interação em sala de aula, pois é importante que os alunos sejam capazes de exporem suas ideias e se relacionarem com os colegas.

Estratégias e recursos da aula

Informações ao professor

 

Professor, por meio deste portal, pretendemos ir ao encontro do programa de formação do MEC: Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, na medida em que podemos trocar e compartilhar sobre as práticas pedagógicas que realizamos, contribuindo, significativamente, para a nossa formação docente.

O Pacto é constituído por um conjunto integrado de ações, materiais e referências curriculares e pedagógicas disponibilizados pelo MEC, tendo como eixo principal a formação continuada de professores alfabetizadores, a fim de qualificá-los para assegurarem que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do Ensino Fundamental. Para obter mais informações acesse os sítios abaixo:

“Sítio: E. M. Walter Leite Caminha: Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa”. Disponível em:  <http://wlcaminha.blogspot.com.br/>. Neste Blog você encontrará informações sobre o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Acesso em: 06 de jun. 2013.

“Sítio: MEC: Destaques e Documentos Informativos: Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa”. Disponível em: <http://pacto.mec.gov.br>. Acesso em: 06 de jun. 2013, e depois clique em “Cadernos de Formação”.

A partir do trabalho sobre ” O folclore brasileiro na sala de aula: Histórias e Lendas”, evidenciamos a possibilidade de abordar alguns direitos de aprendizagem dos alunos, como, por exemplo:

  • Participar de interações orais em sala de aula;
  • Ler em voz alta, com fluência, em diferentes situações;
  • Antecipar sentidos e ativar conhecimentos prévios relativos aos textos a serem lidos pelo professor ou pelas crianças;
  • Compreender textos lidos por outras pessoas, de diferentes gêneros e com diferentes propósitos;
  • Ler textos (poemas, canções, tirinhas, textos de tradição oral, dentre outros), com autonomia;
  • Produzir textos de diferentes gêneros, atendendo a diferentes finalidades, por meio da atividade de um escriba;
  • Produzir textos de diferentes gêneros com autonomia, atendendo a diferentes finalidades;
  • Valorizar os textos de tradição oral, reconhecendo-os como manifestações culturais.

Fonte

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: currículo na alfabetização: concepções e princípios. Brasília: MEC, SEB, 2012.  p. 32-37.

 

Professor, como sabemos, FOLCLORE é o conjunto das tradições, conhecimentos ou crenças populares expresso em lendas, canções, costumes, brincadeiras. Tudo isso faz parte da vida das pessoas e uns vão contando para os outros, pois é transmitido pela palavra falada de geração em geração.

Nesse sentido, o folclore não é apenas algo do passado ele é vivo e está presente no nosso dia a dia. O folclore está nas gírias que usamos em muitas histórias que ouvimos, nas superstições, nas brincadeiras, nas canções, nos jogos, na alimentação, adivinhas, parlendas, nas festas juninas, dentre outras manifestações.

Como pretendemos abordar o folclore na sala de aula e esse assunto é demasiadamente extenso, optamos por trabalhar nessa aula sobre as “Histórias e Lendas”.

 

1ª atividade: aproximadamente 60 minutos.

 

Professor, organize a turma em roda de conversa, pois proporciona espaços para diálogo; aproximações e troca de experiências, opiniões e sentimentos entre todos os alunos.

Assentados em roda, apresente aos alunos figuras de personagens do folclore brasileiro. Exemplos:

 

Saci-Pererê

saci

Fonte: “Sítio: Brasil Escola. Texto: Saci-Pererê”. Disponível em:

<http://www.brasilescola.com/folclore/saci-perere.htm>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Boto cor de rosa

boto

Fonte: “Sítio: Ensinar – Aprender. Texto: A lenda do boto rosa”. Disponível em:

<http://www.ensinar-aprender.com.br/2011/08/lenda-do-boto-rosa.html>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Mula sem cabeça

mula

Fonte: “Sítio: Brasil Escola. Texto: Mula sem cabeça”. Disponível em:

<http://www.brasilescola.com/folclore/mula-sem-cabeca.htm>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

 

  • Em seguida, indague à turma:
  • Vocês conhecem alguns desses personagens?
  • Quem são eles?
  • Eles fazem parte de qual história?
  • Alguém poderia contar a história para os colegas?

Professor, após ouvir as opiniões dos alunos, levante o conhecimento prévio dos mesmos, sobre as histórias e as lendas do folclore brasileiro. Esclareça o significado de folclore. Procure saber o repertório dos alunos sobre a temática. Muitas crianças conhecem algumas histórias, parlendas, músicas e brincadeiras sem terem consciência de que fazem parte do folclore brasileiro.

 

Professor, incentive os alunos a contarem suas histórias e apresente outras histórias dos mitos da tradição oral. Dê exemplos de alguns costumes e tradições, pois os alunos, provavelmente, não devem estar familiarizados com esses termos.

Explique que nessa aula, os alunos irão conhecer sobre as histórias e lendas folclóricas, mas que em outros momentos o trabalho será voltado para as demais manifestações.

Convide os alunos a assistirem alguns vídeos, nos quais eles terão oportunidade de ampliar seus conhecimentos acerca do conceito de folclore e suas principais manifestações. Leve os alunos ao Laboratório de Informática ou oriente-os para utilizarem o laptop Classmate e acessarem na internet o programa Mozilla Firefox  (Área de Trabalho > Navegador de Internet ) os sítios a seguir:

 

1 video

 

Fonte: “Sítio: Youtube. Vídeo: Folclore”. Disponível em:

<http://www.youtube.com/watch?v=kE00qoOTlok&feature=related>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

 

2 video

 

Fonte: “Sítio: Youtube. Vídeo: Folclore Brasileiro”. Disponível em:

<http://www.youtube.com/watch?v=ZluM7jTUP5o>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

3 video

 

Fonte: “Sítio: Youtube. Vídeo: Apresentação Folclore”. Disponível em:

<http://www.youtube.com/watch?v=35u4Va1tROk>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

ultimo

Fonte: “Sítio: Youtube. Vídeo: Folclore Brasileiro em animação”. Disponível em:

<http://www.youtube.com/watch?v=eCLPV-uc5sw>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

O trabalho a ser realizado após a apresentação dos vídeos é de suma importância para consolidar as informações adquiridas a partir do seu conteúdo. Por isso, sugerimos que você organize uma roda de conversa com a turma tendo como parâmetro os seguintes itens para nortear o diálogo:

  • Opinião sobre o vídeo;
  • Percepção da importância do folclore;
  • Identificação de algumas manifestações culturais;
  • O que mais chamou a atenção.

Em seguida, solicite aos alunos que registrem suas descobertas e as sensações que tiveram. Essa atividade poderá ser realizada no laptop Classmate, através do programa KWord (Área de Trabalho > Processador de Textos) ou por meio do tablet.

 

2ª atividade: aproximadamente 60min.

 

Professor, organize a turma e apresente a história em quadrinhos da Turma da Mônica sobre lendas do folclore, acessando o sítio:

 

monica

Fonte: “Sítio: Turma da Mônica. História em quadrinho: LENDAS DO FOLCLORE”. Disponível em:

<http://www.monica.com.br/comics/folclore/pag1.htm>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

A partir dessa história em quadrinhos os alunos irão conhecer várias histórias e lendas do nosso folclore, tais como:

 

  • Saci Pererê;
  • Iara;
  • Curupira;
  • Mula sem Cabeça;
  • Lobisomem;
  • Cuca.

 

Professor, explique aos alunos que:

Lendas são narrativas transmitidas oralmente pelas pessoas com o objetivo de explicar acontecimentos misteriosos ou sobrenaturais. Para isso há uma mistura de fatos reais com imaginários. Misturam a história e a fantasia. As lendas vão sendo contadas ao longo do tempo e modificadas através da imaginação do povo. Ao se tornarem conhecidas, são registradas na linguagem escrita. Do latim legenda (aquilo que deve ser lido), as lendas inicialmente contavam histórias de santos, mas ao longo do tempo o conceito se transformou em histórias que falam sobre a tradição de um povo e que fazem parte de sua cultura.

 

Características de uma Lenda:

– Se utiliza da fantasia ou ficção, misturando-as com a realidade dos fatos;

  • Faz parte da tradição oral, e vem sendo contada através dos tempos;
  • Usa fatos reais e históricos para dar suporte às histórias, mas junto com eles envolve a imaginação para “aumentar um ponto” na realidade;
  • Faz parte da realidade cultural de todos os povos.
  • Assim como os mitos, fornece explicações aos fatos que não são explicáveis pela ciência ou pela lógica. Essas explicações, porém, são mais facilmente aceitas, pois apesar de ser fruto da imaginação não são necessariamente sobrenaturais ou fantásticas.
  • Sofre alterações ao longo do tempo, por ser repassada oralmente e receber a impressão e interpretação daqueles que a propagam.

Fonte das informações: “Sítio: Info Escola. Texto: Mito ou lenda?”. Disponível em: <http://www.infoescola.com/redacao/mito-ou-lenda/>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

A partir da história providencie uma atividade de reconhecimento das personagens apresentadas por meio de suas características. Sugerimos duas atividades:

 

Atividade 1 – Ligue cada personagem de acordo com sua característica.

 
folcloreeeee

 

Fonte das imagens:

Curupira. Disponível em: <http://blogdocurupira.wordpress.com/o-projeto-curupira/>.

Cuca. Disponível em: <http://globoesporte.globo.com/mg/torcedor-cruzeiro/platb/2010/06/08/o-cuca-vem-pegar/>.

Saci-Pererê. Disponível em: <http://folclorecamiladefreitas.blogspot.com.br/2010/03/saci-perere.html>.

Lobisomem. Disponível em: <http://mundodatiacris.blogspot.com.br/2010/08/semana-do-folclore.html>.

Iara. Disponível em: <http://escolaprfranciscopaz.blogspot.com.br/2012/08/folclore-lendas-regionais-iara.html>.

Acessados em: 18 de jun. 2013.

 

 

Atividade 2 – Complete o quadro abaixo com o nome de cada personagem.

 
cuca

 

Fonte: Imagem da própria autora.

 

Professor, em seguida providencie a letra da música: “A CUCA TE PEGA”, para todos os alunos colarem no caderno de Língua Portuguesa.

 

A CUCA TE PEGA

Cuidado com a Cuca

que a Cuca te pega

 e pega daqui e pega de lá.

A Cuca é malvada e se fica irritada

A Cuca é zangada

Cuidado com ela

a Cuca é matreira

e se fica zangada

a Cuca é danada

Cuidado com ela

Cuidado com a Cuca

que a Cuca te pega

 e pega daqui e pega de lá.

A Cuca é malvada

e se fica irritada

A Cuca é zangada

Cuidado com ela

cuidado com a Cuca

que a Cuca te pega

a Cuca é danada

ela vai te pegar.

Fonte:

CAYMMI, Dory. CASÉ, Geraldo. A cuca te pega. Intérprete: Cássia Eller. In: VÁRIOS ARTISTAS. Sítio do Pica-Pau-Amarelo. Rio de janeiro: Som Livre, 2001. 1 CD. Faixa 4.

 

Em seguida, providencia as seguintes questões sobre a música:

 

1) Segundo a música, por que é preciso ter cuidado com a Cuca?

 

2) Encontre no caça-palavras o que diz a letra da música sobre os jeitos de ser da Cuca.

 
caça cuca

Fonte: Imagem da própria autora.

 

3) Observe esta tela produzida por Tarsila do Amaral, uma famosa pintora brasileira. Encontre a Cuca entre os animais.

 

AMARAL, Tarsila. A Cuca. 1924. Óleo sobre a tela, 73 cm x 100 cm. Col. Museu de Grenoble (França).

cuca

Fonte: “Sítio: Tarsila do Amaral. História das obras”. Disponível em:

<http://www.tarsiladoamaral.com.br/versao_antiga/historia.htm>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

  • A Cuca retratada parece assustadora?
  • Os outros bichinhos lembram seres reais ou da imaginação?

 

4) Faça um desenho da Cuca do jeito que você achar que ela é.

 

 

Professor, incentive os alunos para que o desenho seja criativo, mostrando que a Cuca é um ser da imaginação, então pode ter formas bem variadas.

 

3ª atividade: aproximadamente 60 minutos.

Professor, na história em quadrinhos a Turma da Mônica ficou com muito medo dos personagens. Nesse sentido, dialogue com a turma:

 

  • E vocês, também têm medo de algum desses personagens?
  • Qual?
  •  Será que eles existem de verdade?
  • Vocês têm ou já tiveram medo de outra coisa?
  • Do quê?

 

Instigue os alunos para que todos falem sobre seus medos e peça sugestões sobre como podem ser enfrentados. Por exemplo: medo de: ficar sozinho,  escuro, bruxa, dentre outros.

Após o diálogo sobre os medos e as frustrações dos alunos, providencie uma folha de papel para cada criança elaborar uma história em quadrinhos, com a seguinte temática:

 

TENHO MEDO DE…

SASD

 

Fonte: Imagem da própria autora.

Professor, informe os alunos sobre os diferentes tipos de balões existentes numa história em quadrinhos.

Veja alguns exemplos:

 

ideia

 

Fonte: “Sítio: Divertudo. Como fazer uma história em quadrinho”. Disponível em:

<http://www.divertudo.com.br/quadrinhos/quadrinhos-txt.html>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Acessando os sítios abaixo você poderá encontrar outras informações sobre o assunto.

 

Fonte: “Sítio: Divertudo. Como fazer uma história em quadrinho”. Disponível em: <http://www.divertudo.com.br/quadrinhos/quadrinhos-txt.html>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte: “Sítio: Slideshare. Oficina de Histórias em quadrinhos”. Disponível em: <http://www.slideshare.net/gibiteca/oficina-de-quadrinhos-presentation-667792>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

É importante auxiliar o aluno sempre quando for necessário no momento da escrita. Verifique a escrita das palavras e a coesão da história. Faça intervenções quando necessário. Questione os alunos sobre o que escreveram até chegarem ao esperado, ou seja, um texto com coerência. A seguir, peça para cada aluno ler para a turma a sua história e fixá-la no mural da  sala de aula.

A história poderá ser realizada no editor de histórias em quadrinhos chamado HAGÁQUÊ.

Os sítios abaixo trazem informações de como utilizar esse programa:

 

Fonte: “Sítio: Pan Nied Unicamp. O que é HAGÁQUÊ?”. Disponível em: <http://pan.nied.unicamp.br/~hagaque/>. Esse sítio traz o significado do programa HAGÁQUÊ, bem como links para downloads. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte: “Sítio: Aprendo criando. Sobre HAGÁQUÊ”. Disponível em: <http://aprendocriando.blogspot.com.br/2010/02/sobre-o-hagaque.html>. Blog que mostra como publicar histórias na internet. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte: “Sítio: Material didático. Tutorial HAGÁQUÊ”. Disponível em: <http://materialdidatico.pbworks.com/w/page/20509747/Tutorial%20Hag%C3%A1Qu%C3%AA>.  Material didático – Tutorial HAGÁQUÊ. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

hagaque

Fonte:  “Sítio: Youtube. Vídeo: Conhecendo o Hagáquê: editor de histórias em quadrinhos”. Disponível em:

<http://www.youtube.com/watch?v=oYJ4FV6sA80>.
Acesso em: 15 de jun. 2013.

Acesse o sítio abaixo e faça a instalação do HAGÁQUÊ no seu computador.

 

Fonte:  “Sítio: Pan Nied Unicamp. Downloads disponíveis”. Disponível em: <http://pan.nied.unicamp.br/~hagaque/downloads.php?lang=pt-BR>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

4ª atividade: aproximadamente 60 minutos.

Professor, depois que os alunos já vivenciaram diferentes atividades, você poderá construir um “Quiz” sobre todos os conteúdos abordados na temática: “FOLCLORE – HISTÓRIAS E LENDAS”. O mesmo pode ser compreendido como um tipo de material didático que funciona como uma espécie de jogo de perguntas e respostas, o qual estimula diversas habilidades dos participantes.

Dessa forma, convide a turma para criá-lo, para isso utilize os sítios a seguir, a fim de que os alunos possam verificar alguns exemplos.

 

quiz

Fonte:  “Sítio: Smartkids. Quiz: Folclore”. Disponível em:

<http://www.smartkids.com.br/jogos-educativos/quiz-folclore-quiz.html>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

quiz 2

Fonte:  “Sítio: Smartkids. Jogos educativos: Quiz”. Disponível em:

<http://www.smartkids.com.br/jogos-educativos/quiz.html>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Para aprender como criar um Quiz acesse:

 

Fonte:  “Sítio: Zooming. Texto: Crie um Quiz para o seu site com o QuizScholl”. Disponível em: <http://www.zooming.com.br/fazer-site/crie-um-quiz-para-o-seu-site/>. O texto comenta o que é um Quiz e contém instruções de como criar um. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte:  “Sítio: Youtube. Vídeo: Como fazer um Quiz/jogo com o Power Point”. Disponível em: <http://www.youtube.com/watch?v=AajapREMPV8>. Vídeo: Como fazer um Quiz/jogo com o Power Point. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte:  “Sítio: Quero ensinar. Instruções: Como criar um Quiz”. Disponível em: <http://queroensinar.blogspot.com.br/2011/09/como-criar-um-quiz-joguinho-legal.html>. Blog que explica como criar um QUIZ – joguinho legal. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte:  “Sítio: Youtube. Vídeo: Quiz – Apresentação Power Point”. Disponível em: <http://www.youtube.com/watch?v=5GiZmUQ5LRM&feature=related>. Vídeo: Quiz – Apresentação Power Point. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Professor, o Quiz poderá ser utilizado individualmente ou de forma colaborativa, que neste caso, gera uma competição entre os participantes, que poderão se sentir estimulados ao desafio de aprender na interação com os pares. O mesmo pode ser produzido, por exemplo, por múltipla escolha, verdadeiro ou falso.

Nesse sentido, organize a turma em dois grupos e peça para cada grupo elaborar perguntas para o outro grupo responder.

Auxilie os alunos ao elaborarem as perguntas e respostas. Faça intervenções que possibilitem a reflexão dos alunos, acerca das atividades realizadas durante a pesquisa, testando assim, seus conhecimentos. Ao terminar salve em um pendrive e imprima o texto que os alunos digitaram para serem divulgados e distribuídos pela escola e para seus usuários.

Professor, os sítios abaixo dispõem de outros jogos sobre a temática  FOLCLORE.

 

Fonte:  “Sítio: Jogos online grátis. Jogos de Folclore”. Disponível em: <http://jogosonlinegratis.uol.com.br/jogoonline/jogos-de-folclore/>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte:  “Sítio: Smartkids. Jogo da memória: Folclore”. Disponível em: <http://www.smartkids.com.br/jogos-educativos/jogo-da-memoria-folclore.html>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte:  “Sítio: Educação dinâmica. Jogo da Forca: Folclore”. Disponível em: <http://www.educacaodinamica.com.br/games/forcas/folclore/forca_do_folclore.html>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

5ª atividade: aproximadamente 60 minutos.

 

Professor, após o trabalho sobre as lendas, seus personagens, medos e imaginação, aproveite o momento para falar sobre as superstições, que também fazem parte do folclore brasileiro.

Organize a turma em roda e realize uma contação de história utilizando o livro:

 

 

livro tem gente

 

Fonte: “Sítio: Cortez editora. Venda de livros”. Disponível em:

<http://www.cortezeditora.com.br/DetalheProduto.aspx?ProdutoId=%7B88245AB0-D7B3-E011-955F-842B2B1656E4%7D>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

SINOPSE

Quadrinhas bem divertidas fazem do livro “Tem gente que acredita. E você?”, de Dulce Seabra, um passeio por um mundo supersticioso, com eterna mania de pôr medo nas pessoas como forma de precaução. Numa viagem por quase todas as crendices e superstições, a autora resgata uma cultura que ainda sobrevive em muitos lares. Terão algum fundo de verdade? Na dúvida, é melhor ter sempre um trevo de quatro folhas e nunca passar debaixo de escadas. Afinal, proteção nunca é demais! Os poemas são uma maneira deliciosa de participar dessa aventura fantástica que é a literatura. Com ilustrações criativas de Tati Móes, adultos e crianças vão se divertir muito, reconhecendo que vivemos num mundo em que as tradições merecem respeito.

Professor, por meio desse livro, várias atividades poderão ser contempladas. Veja alguns exemplos:
Na sala de aula:

 

  • Ler o livro em sala de aula, uma quadrinha por aluno, após a leitura, os alunos devem comentar de quais quadrinhas gostaram mais e por quê;
  • Contar alguma superstição que conheça. Pergunte se os alunos conhecem alguma variante das superstições que são apresentadas no livro;
  • Informar se tem algum objeto ou faz algum gesto para dar sorte ou  para se proteger do mal;
  • Trazer de casa, um talismã ou algum objeto, a que se atribua trazer sorte ou proteção;
  • Dizer se tem um número de sorte;
  • Fazer uma entrevista com os pais sobre suas superstições;
  • Relatar algum momento de sua vida em que a sorte ou o azar tenha se manifestado: um gol durante um jogo, um dinheiro encontrado, um presente inesperado.

No pátio da escola:

  • Prepare um cenário seguro com cenas do livro.  Utilize escadas, vassouras atrás de portas, coloque uma figura de gato preto cruzando o caminho da turma. Faça uma exposição de amuletos, talismãs e desenhos dos alunos retratando situações de sorte e de azar.

 

Professor, como registro e arquivo, os alunos poderão fotografar ou filmar esse momento, uma vez que, o laptop Classmate os acompanha em diferentes espaços, por exemplo, em casa. É uma forma de lembrança e registro da vivência realizada por eles.

Para fotografar utilize a Câmera dos laptops (Metasys > Aba Aplicativos > Multimídia > WxCam ) ou ( Área de Trabalho > Câmera). O botão “máquina de retrato” tira uma foto através da Webcam, oriente os alunos a tirarem uma foto de cada vez e em momentos diversos: na hora de jogar a argola, na hora que estiver falando as palavras, dentre outros.

Se preferir, registre em forma de vídeo (Metasys > Aba Aplicativos > Multimídia > WxCam ) ou ( Área de Trabalho > Câmera). O “botão vermelho” inicia a gravação de um arquivo no formato de vídeo, através da Webcam. Quando quiser parar de gravar é só apertar novamente o “botão vermelho”.

Para visualizar fotos ou vídeos, clique no ícone Visualizador de Imagens (Área de Trabalho > Visualizador de Imagens).

 

Imprima as fotos e crie um mural na sala de aula com as atividades vivenciadas.
Em um momento posterior, leve os alunos à sala de multimídia/informática ou utilize o laptop Classmate acessando a internet a partir do programa Mozila Firefox (Área de Trabalho > Navegador de Internet) e proponha, nesse momento, a realização de diversos jogos sobre o livro abordado: “Tem gente que acredita, e você?”

Juntamente com os alunos acesse o sítio:

 

Fonte:  “Sítio: Além de ler. Jogos sobre o livro: Tem gente que acredita, e você?”. Disponível em: <http://www.alemdeler.com.br/jogue.asp>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

O sítio oferece os seguintes jogos sobre o livro: quebra- cabeça, memória, jogo da forca e caça palavras.

 

Professor, aproveite esse momento e acesse com a turma o sítio abaixo:

 

Fonte:  “Sítio: Recreio. Lição de Casa: Cadê – Superstições”. Disponível em: <http://www.recreio.com.br/licao-de-casa/cade-supersticoes>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Ele traz um divertido jogo intitulado: CADÊ – SUPERSTIÇÕES

 

O aluno deverá procurar 20 superstições diferentes observando a cena abaixo. Para tanto, deverá passar o mouse sobre a cena e para mover a ilustração deverá clicar nas setas.

 

superstiçoes

 

Fonte: “Sítio: Recreio. Lição de Casa: Cadê – Superstições”. Disponível em:

<http://www.recreio.com.br/licao-de-casa/cade-supersticoes>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Ao findar as atividades, pergunte a opinião dos alunos sobre os diversos jogos trabalhados. É importante que os alunos justifiquem suas respostas, pois, por meio destas atividades estarão fixando, de forma lúdica, os conhecimentos construídos sobre as superstições folclóricas.

Sugestões de sítios que abordam a temática folclórica da superstição:

 

Fonte: “Sítio: Colunistas. Vídeo: Diário do Curioso – as origens de algumas supertições”. Disponível em:  <http://colunistas.ig.com.br/obutecodanet/2012/11/08/descubra-a-origem-de-algumas-supersticoes-que-usamos-diariamente/>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte: “Sítio: Brasil Escola. Curiosidades: Supertições”. Disponível em: <http://www.brasilescola.com/curiosidades/supersticao.htm>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte: “Sítio: Sua Pesquisa. Significado e exemplos das superstições mais populares”. Disponível em: <http://www.suapesquisa.com/religiaosociais/supersticao.htm>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte: “Sítio: Notícias. Exemplos de supertições populares”. Disponível em: <http://noticias.universia.com.br/ciencia-tecnologia/noticia/2004/08/13/500473/superstices-populares.html>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte: “Sítio: Brasil Cultura. Exemplos de superstições populares”. Disponível em: <http://www.brasilcultura.com.br/antropologia/supersticoes-populares-folclore/>. Acesso em: 15 de jun. 2013.

Recursos Complementares

 

Sugestões de links para alunos:

 

Fonte: ” Sítio: Books. Coleção: Almanaque da turma do sítio: Folclore Brasileiro”. Disponível em: <http://books.google.com.br/books/about/FOLCLORE_BRASILEIRO.html?hl=pt-BR&id=Xz01pGDPiZgC>.

Acesso em: 15 de jun. 2013.

 

Fonte: ” Sítio: Educar para crescer. Passatempo: Esconde – esconde do folclore”. Disponível em: <http://educarparacrescer.abril.com.br/folclore/>. Acesso em 15 de jun. de 2013.

 

Fonte: ” Sítio: Turma da Mônica. Livro: Folclore Brasileiro”. Disponível em: <http://www.monica.com.br/mural/bienal2010/girassol.htm>. Acesso em 15 de jun. de 2013.

 

Sugestões de links para professores:

Fonte: “Sítio: Educação Uol. Planos de aula: Ensino Fundamental – Folclore”. Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/planos-de-aula/fundamental/artes-folclore.htm>. Acesso em 15 de jun. de 2013.

Avaliação

 

FONTE

    Author: Brasil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *