Municipal do Rio exibe resultado de sua reforma

municipal rioDepois de exibir os painéis ‘Guerra e Paz’, de Cândido Portinari, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, vinculado à Secretaria de Estado de Cultura (SEC), promove uma série de visitas guiadas, a partir de 20 de janeiro, que irá revelar aos cariocas e turistas em férias na cidade o resultado da mais completa restauração de sua história centenária. Além de percorrer o interior do prédio, incluindo áreas a que o público não costuma ter acesso, os visitantes poderão conferir a exposição de joias criadas por jovens designers do Senai, inspiradas na imponente arquitetura do Theatro Municipal. A visita inclui ainda a exibição de um breve documentário sobre as obras de restauração.

Exposição ‘O centenário de uma joia’ homenageia TMRJ

“Escolhemos o dia do aniversário do padroeiro da cidade para dar ao público este presente. É uma alegria poder dividir com todos este momento tão especial do nosso Theatro”, comemora a Presidente da Fundação Theatro Municipal, Carla Camurati.

 

Em oito sessões diárias de uma hora, grupos de até 40 pessoas serão guiados por monitores recrutados entre alunos da Escola de Artes Visuais (EAV) do Parque Lage, vinculada à SEC, para um passeio através das dependências do Theatro. A visita tem início no prédio anexo, com entrada na Rua Almirante Barroso, 14, onde os visitantes assistirão a um documentário de 15 minutos no auditório. De lá, seguirão pela Travessa Manuel de Carvalho para o interior do Theatro, passando pelos camarins. Desta área, os visitantes terão acesso ao espaço cênico e sua ampla maquinaria e poderão experimentar a impressionante visão que o artista desfruta da sala de espetáculos quando está em cena. Depois de passar pela sala e a plateia, a próxima parada é o foyer do Balcão Nobre, com seus grandiosos paineis e teto ricamente ornamentado, incluindo a varanda voltada para a Av. Rio Branco.

A visita se encerra no restaurante Assyrio, onde acontece até o dia 20 de fevereiro a exposição ‘O Centenário de uma Joia’, promovida pela Firjan. A mostra é composta por um total de 40 peças, entre anéis, colares e pulseiras, criadas em ouro, prata e pedrarias por 40 jovens designers – dentre alunos e docentes da Escola de Joalheria do Senai -, que se inspiraram nos luxuosos detalhes que compõe a arquitetura do TM, como o cintilar de seus lustres, os ornatos dourados das paredes e o parquet do piso. A saída será pelo Boulevard, o jardim do Theatro, novo espaço criado durante a reforma, com acesso para a Av. 13 de maio.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =