Morre Anselmo Duarte – Cinema

Anselmo DuarteO ator e diretor Anselmo Duarte, de 89 anos, morreu na madrugada deste sábado, em decorrência de complicações de um acidente vascular cerebral. Ele estava internado no Hospital das Clínicas, em São Paulo, desde o início do mês. Em agosto, o artista sofreu um enfarte agudo no miocárdio e lutava contra um câncer na bexiga.

Anselmo Duarte, considerado um dos maiores galãs do cinema nacional, é o único brasileiro premiado com a cobiçada Palma de Ouro, no Festival de Cannes em 1962. O reconhecimento de um dos mais importantes festivais do mundo veio com o filme O Pagador de Promessas, baseado em uma peça de Dias Gomes e que também concorreu ao Oscar.

Carreira
O cineasta começou a carreira de sucesso como ator, nos anos 40, quando se mudou da cidade de Salto, no interior de São Paulo, para o Rio de Janeiro. Atuou na comédia musical Carnaval de Fogo com nomes como Oscarito e Grande Otelo. Aprendeu a escrever roteiros e a dirigir com o diretor Watson Macedo. Contracenou ao lado de Tônia Carreiro em Tico-Tico no Fubá, Querida Suzana e Apassionato e com Dercy Gonçalves em Absolutamente Certo, uma comédia de sucesso em 1957. Aliás, essa foi a estreia dele atrás das câmeras.

o pagador de promessasO Pagador de Promessas
O filme, que foi rodado em Salvador, faz uma severa crítica à intolerância da Igreja e trata ainda da mistura de religiões no país.

Anselmo fez um outro filme, Veredas de Salvação, logo depois do reconhecimento internacional com O Pagador de Promessas. A obra baseada em peça de Jorge de Andrade foi indicada ao Urso de Ouro do Festival de Berlim, mas não levou o prêmio.

Cena do filme “O Pagador de Promessas”, de Anselmo Duarte. Leonardo Villar, Glória Menezes e o inconfundível Othon Bastos.

 

Assista aqui…

Clique no cartaz

Clique no cartaz

    Author: Redação

    Share This Post On