MIS (SP) divulga lista de selecionados do projeto nova fotografia 2012

O Museu da Imagem e do Som – instituição da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – já tem a lista de aprovados na 1ª edição do Projeto Nova Fotografia 2012. Ao todo, seis artistas, que apresentam obras inéditas com diferentes temas e técnicas, foram escolhidos e vão ganhar exposições individuais no MIS em 2012.

Segundo o diretor executivo do museu, André Sturm, o projeto que, anualmente, ganhará novas edições, tem o intuito de colocar o MIS à disposição de novos artistas para que eles possam apresentar seus trabalhos inéditos. “Pretendemos criar um espaço permanente para exposição de fotografias de artistas promissores, pouco conhecidos e que se distinguem pela qualidade e inovação de suas obras.” Sturm coordenou o processo de seleção.

Para esta primeira edição, além dos seis projetos fotográficos, três suplentes também foram selecionados. Cada artista vai receber uma exposição distinta, pelo período de 45 dias, no espaço denominado “Nicho”, localizado no MIS. Estas mostras individuais estão previstas para ocorrer a partir de janeiro, com continuidade no decorrer do ano de 2012.

Confira os finalistas e as sinopses de seus projetos:

Carlos Aliperti (São Paulo)
Fragmentos da Simplicidade
As obras têm a figura humana como tema central. São fragmentos chamados pelo artista de “pedaços de olhares” que, compostos por elementos como a neblina, o céu estrelado e o nascer e o por do sol, montam o mosaico da vida deste fotógrafo que traduz em imagens a alma sertaneja.

Flávia Junqueira (São Paulo)
Outros Caminhos
Dividida em dois, a série Outros Caminhos foi concebida durante uma residência artística da fotógrafa no País e, também, na cidade de Gorlovka, na Ucrânia. A mostra trata do universo particular da casa, da cenografia, da memória dos objetos e da vontade da artista em ver a realidade sob os aspectos cenográficos e, ao mesmo tempo, reais.

Gordana Manic (Sérvia)
Réquiem
Para expurgar da memória os tempos de conflitos que viveu na Sérvia, a fotógrafa Gordana Manic, radicada em São Paulo desde 1999, concebeu a série Réquiem, composta por imagens feitas em longa exposição e que revelam, dentro de uma variedade de tons de cinza ou preto, criaturas difusas e evanescentes semelhantes a fantasmas.

Mara Chimpf (São Paulo)
O Instante Expandido
As imagens do mundo e suas infinitas possibilidades de interpretação foram fonte de inspiração da artista para a série O Instante Expandido. Fruto de uma pesquisa de dois anos que investiga a ressignificação das imagens, a mostra enquadra fragmentos da realidade atribuindo valor a ocorrências transitórias, percepções vagas e impressões ambíguas.

Marcelo Tinoco (São Paulo)
Timeless
Pessoas e lugares da atualidade que parecem pertencer a uma época passada, a outro século ou a uma outra década, são retratados na série Timeless que levou o artista a refletir sobre a atemporalidade e a relação estética e emocional das pessoas com o tempo e o convívio social.

Marcos Muniz (São Paulo)
Entre Muros e Ideias
Trazer a realidade dos palestinos e israelenses a tona, por meio de alegorias bélicas e religiosas que circundam as ruas e movimentos sociais nas cidades de Tel Aviv, Jerusalém e Belém é o foco da série Entre Muros e Ideais. Na mostra, o artista desnuda o culto à fé, crença política e religiosas de árabes e judeus em imagens que se contrapõe entre o tangível e o intangível.

Nova Fotografia 2012
Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br
Estacionamento conveniado: R$ 8 (até as 18hs, por período de até 6 horas); R$ 15 (período superior a 6 horas e após as 18hs). Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *