Mapa da Cachaça

mapadacachacaA tradicional cachaça brasileira ganha espaço e reconhecimento nas mídias digitais. Visando reconhecimento e valorização da bebida como patrimônio nacional, o site Mapa da Cachaça retrata a história do destilado, sua importância cultural e seus usos na gastronomia contemporânea.

 

Seja chamada de pinga, aguardente ou água-que-passarinho-não-bebe, a cachaça é, indiscutivelmente, uma das bebidas mais famosas de nosso país. A tradição vem desde 1532 e, por isso, é natural que a cachaça comece a ocupar lugar de destaque nas prateleiras nacionais e internacionais.

 

Atento a esse movimento, o site Mapa da Cachaça (http://mapadacachaca.com.br

/) foi criado em setembro de 2010, mirando a valorização do produto através de um acervo multimídia organizado com textos, fotos e vídeos sobre a bebida. Degustação, mercado de exportação, entrevistas com especialistas, receitas de drinks e pratos com cachaça – tudo isso está no MdC.

 

Além disso, há o intuito que dá nome ao projeto: mapear e revelar o potencial histórico dos milhares de alambiques espalhados pelo Brasil. Para tanto, foi criado um aplicativo colaborativo, no qual é possível contribuir marcando um alambique no mapa nacional. A ferramenta também permite adicionar complementos como fotos, vídeos, comentários e rotas turísticas para que todos possam compartilhar as experiências vividas e, consequentemente, conhecer um pouco mais do nosso país.

 

O Mapa da Cachaça conta ainda com a participação de diversos especialistas do setor. Fazem parte da lista de colaboradores do projeto: Rodrigo Oliveira –

 

Toda semana, o site disponibiliza pelo menos dois novos vídeos sobre a arte de degustar a bebida e informações sobre a cultura e história brasileira. As novidades também podem ser acompanhadas pelas redes sociais do projeto Twitter (http://twitter.com/mapadacachaca e Facebook (http://www.facebook.com/pages/Sao-Paulo-Brazil/Mapa-da-Cachaca/129984907044239

 

chef do Restaurante e Cachaçaria Mocotó, Leandro Batista – Sommelier de Cachaça do Restaurante e Cachaçaria Mocotó; Jairo Martins – pesquisador e autor do livro “Cachaça – O mais brasileiro dos prazeres”; Alessandra Trindade – pesquisadora e autora do livro “Cachaça – Um amor brasileiro”; Pedro Cardoso, professor do SENAC e ganhador de vários prêmios de “Melhor Bartender de SP” e Daniel Franco – diretor de marketing da AMPAQ.

Sobre os fundadores do projeto Mapa da Cachaça

 

Felipe Jannuzzi:

 

Felipe é produtor multimídia formado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Na universidade se especializou em hipermídia e direção. Já trabalhou como fotógrafo e como pesquisador de novas mídias no Instituto de Estudos Avançados da USP. Desde 2005 produz curta metragens e documentários. Atualmente, vem produzindo e gerenciando projetos para mídias digitais.

Gabriela Barreto:

 

Gabi é fotógrafa e produtora multimídia formada em Imagem e Som pela UFSCar. Desenvolveu diversos projetos audiovisuais, tendo recebido prêmios nacionais e internacionais. Trabalhou como fotógrafa freelancer para diversas agências de publicidade e trabalhou junto à Unicamp e à ONG Planeta Verde no ensino de fotografia e vídeo para jovens. É integrante do Coletivo Garapa e da Casa da Cultura Digital. Pela Garapa vem desenvolvendo trabalhos em fotografia e vídeo dentre os quais podem ser destacados: coordenação audiovisual do projeto Produção Cultural no Brasil, pautas fotográficas para veículos como Istoé, Revista Continuum e Folha de São Paulo, produção multimídia para o Instituto Arapyaú e revista Página22 da FGV.

Informações para a Imprensa:

 

Felipe Jannuzzi

 

felipe@mapadacachaca.com.br

 

(11) 6518-2333

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *