Maceió: um pedacinho do paraíso para você se apaixonar

maceio

Aniversariante da semana, cidade de Maceió, banhada por lagoas e o mar de águas azul-turquesa e verde-esmeralda, tem em suas praias ornadas por coqueirais, um dos principais atrativos turísticos. Entre os destaques da capital alagoana estão as piscinas naturais de Pajuçara, as lagoas de Mundaú e Monguaça com suas nove ilhas, os mirantes e o núcleo de artesanato do Pontal da Barra com uma bela vista do pôr do sol, bares e restaurantes da cozinha regional.

 

O nome de origem indígena: “Maçayó” ou “Maçai-o-k”, significa “O que tapa o alagadiço”.  A cidade nasceu de um povoado em volta de um engenho de açúcar e do Porto de Jaraguá, em 1815. Dois anos depois, Alagoas foi emancipada de Pernambuco e, em 1839, a capital foi transferida da atual Marechal Deodoro para Maceió.

 

A capital alagoana atrai turistas de todo o mundo encantados com suas belezas naturais. Um passeio pela orla, a pé ou de bicicleta, garante momentos inesquecíveis passando pela história e belezas locais. De jangada, chega-se às piscinas naturais de Pajuçara. Cadeirantes, idosos e demais pessoas com mobilidade reduzida, contam com jangadas acessíveis. As piscinas naturais funcionam como spas a céu aberto, pertinho da cidade e no meio do mar, repletas de peixes coloridos, com águas mornas e massagens relaxantes.

 

Na terra ou no balanço do mar, deguste os sabores locais. Água de coco, sorvetes, caipirinhas de limão, cajá e outras frutas da estação fazem parte do cardápio dos quiosques, barracas de praia e restaurantes a beira mar. A culinária é uma mescla das cozinhas indígena, portuguesa, africana e internacional.  Não deixe de provar tapioca, cuscuz, cocadas, doces e bolos caseiros; apreciar o sururu, entre os mariscos; e se deliciar com os frutos do mar, principalmente peixes e crustáceos.

 

A cultura de Maceió é expressiva na arquitetura do casario histórico, palácios, centros culturais, tetros, museus e igrejas. Destacam-se o Museu Palácio Marechal Floriano Peixoto – antiga sede do governo; a Catedral Metropolitana e o Teatro Deodoro. A riqueza do folclore destaca-se nas ruas com os folguedos de Caboclinho, Carvalhada, Chegança, Bumba Meu Boi, Coco Alagoano, Guerreiro, Pastoril, Reisado, Quilombo e Zabumba. O artesanato encanta a todos pela criatividade, originalidade, beleza e qualidade. As peças de renda de filé e cerâmica são as mais representativas. O Pontal da Barra, o Mercado do Artesanato e a Feirinha de Pajuçara também contam com bordados, peças de couro, fibras, palha e esculturas variadas.

    Author: Braisil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *