Lapinha

Lapinha (Joaquina Maria da Conceição Lapa), cantora, floresceu no Rio de Janeiro, RJ, entre fins do séc. XVIII e inícios do séc. XIX. Brasileira de nascimento, adquiriu renome no Rio de Janeiro exibindo-se no teatro como atriz e cantora.

A Gazeta

“A célebre cantora americana”, como a ela se referem as notícias da época, exibiu-se ainda em Coimbra, Portugal, onde foi alvo de grandes homenagens prestadas pelos estudantes da universidade.

Para ela o padre José Maurício Nunes Garcia escreveu o Coro para o entremês, em 1808, e uma ária do drama O triunfo da América, em 1809.
Pioneira em aplausos

Ela arrancou aplausos de plateias exigentes e elogios de críticos europeus no século XIX. Mulata, Joaquina Maria da Conceição da Lapa, a Lapinha, venceu preconceitos e se tornou a primeira cantora brasileira aplaudida fora do Brasil.

O pesquisador e músico Sérgio Bittencourt-Sampaio, em seu livro Negras líricas: duas intérpretes brasileiras na música de concerto (Sete Letras, 2008), narra o quanto a artista foi pioneira nas artes e na emancipação da mulher. “Houve outras mulheres dedicadas à música, em seu tempo e antes, mas estavam longe de conseguir tal prestígio”, diz Bittencourt-Sampaio.

“O nome da Lapinha tem aparecido esporadicamente em textos sobre música brasileira e memórias da cidade do Rio de Janeiro voltados para o final do Vice-Reinado e Período Joanino, mas sempre limitados a uns poucos parágrafos, ou, mesmo poucas linhas. Por isso, nas minhas pesquisas bibliográficas passava por esse nome, mas não me chamava a atenção.

Meu interesse surgiu quando comecei a pesquisar cantoras líricas negras brasileiras do século XIX, há pouco mais de cinco anos. A primeira foi Camila da Conceição, que me despertou o interesse quando encontrei uma fotografia dela na Escola de Música da UFRJ. Os dados biográficos então existentes eram raríssimos. Resolvi, então, recompor sua história, em busca das possíveis fontes.

Logo encontrei referências à carreira da Lapinha que imediatamente mereceu minha atenção, a princípio por ser de etnia negra (por isso, se enquadrava na pesquisa) e, depois, pelo seu mérito artístico. Não havia então nenhum livro publicado no Brasil sobre o assunto. Logo me aprofundei nos estudos para elaborar uma pequena biografia, não só relativa à carreira musical da cantora, mas à sua vida artística em geral e aos seus triunfos.”

“À medida que a pesquisa progredia, foi o enorme sucesso que ela obteve no Brasil e em Portugal, em função do talento tanto como cantora quanto como atriz dramática, exaltado de maneira acentuada por pessoas que a conheceram. E também o prestígio que ela obteve junto à Família Real, na Metrópole e no Brasil.

Basta você pensar que ela foi a primeira mulher a se apresentar no Teatro de S. Carlos em Lisboa (pouco após a inauguração), isso revela o valor de seus dotes artísticos. A apresentação no Porto também foi extraordinária. Tinha tanta gente querendo assistir à estreia que foi necessário fazer uma outra apresentação poucos dias depois. A isto, podemos acrescentar a atuação em solenidades como o aniversário do Príncipe Regente e o enlace matrimonial de D. Maria Teresa, a Princesa da Beira, com D. Pedro Carlos de Bourbon, em 13 de maio de 1810, no Rio de Janeiro.

Na época (final do Vice-Reinado e início da Monarquia), uma cantora lírica obter tal repercussão, se distinguindo de outras atrizes e atingindo um nível de fama ainda não conquistado por nenhuma brasileira na área lírica, até mesmo no século XIX era um fato notável e único.

Se considerarmos a condição étnica, vemos que foi a primeira mulher negra a ter imenso sucesso na arte. Houve outras dedicadas à música, em seu tempo e antes, mas estavam longe de conseguir tal prestígio.”

Fontes: Revista de História da Biblioteca Nacional – Pioneira em Aplausos; Enciclopédia da Música Brasileira – Art Editora e Publifolha – 2a. Edição – 1998.

, de Lisboa, Portugal, noticia a sua apresentação no Porto, Portugal, em concertos realizados nos dias 27 de dezembro de 1794 e 3 de janeiro de 1795. O mesmo jornal, exaltando as qualidades excepcionais da cantora, dá notícias do concerto que se realizaria no Teatro São Carlos, de Lisboa, no dia 24 de janeiro de 1795.

Lapinha (Joaquina Maria da Conceição Lapa), cantora, floresceu no Rio de Janeiro, RJ, entre fins do séc. XVIII e inícios do séc. XIX. Brasileira de nascimento, adquiriu renome no Rio de Janeiro exibindo-se no teatro como atriz e cantora.

A Gazeta

, de Lisboa, Portugal, noticia a sua apresentação no Porto, Portugal, em concertos realizados nos dias 27 de dezembro de 1794 e 3 de janeiro de 1795. O mesmo jornal, exaltando as qualidades excepcionais da cantora, dá notícias do concerto que se realizaria no Teatro São Carlos, de Lisboa, no dia 24 de janeiro de 1795.

“A célebre cantora americana”, como a ela se referem as notícias da época, exibiu-se ainda em Coimbra, Portugal, onde foi alvo de grandes homenagens prestadas pelos estudantes da universidade.

Para ela o padre José Maurício Nunes Garcia escreveu o Coro para o entremês, em 1808, e uma ária do drama O triunfo da América, em 1809.
Pioneira em aplausos

Ela arrancou aplausos de plateias exigentes e elogios de críticos europeus no século XIX. Mulata, Joaquina Maria da Conceição da Lapa, a Lapinha, venceu preconceitos e se tornou a primeira cantora brasileira aplaudida fora do Brasil.

O pesquisador e músico Sérgio Bittencourt-Sampaio, em seu livro Negras líricas: duas intérpretes brasileiras na música de concerto (Sete Letras, 2008), narra o quanto a artista foi pioneira nas artes e na emancipação da mulher. “Houve outras mulheres dedicadas à música, em seu tempo e antes, mas estavam longe de conseguir tal prestígio”, diz Bittencourt-Sampaio.

“O nome da Lapinha tem aparecido esporadicamente em textos sobre música brasileira e memórias da cidade do Rio de Janeiro voltados para o final do Vice-Reinado e Período Joanino, mas sempre limitados a uns poucos parágrafos, ou, mesmo poucas linhas. Por isso, nas minhas pesquisas bibliográficas passava por esse nome, mas não me chamava a atenção.

Meu interesse surgiu quando comecei a pesquisar cantoras líricas negras brasileiras do século XIX, há pouco mais de cinco anos. A primeira foi Camila da Conceição, que me despertou o interesse quando encontrei uma fotografia dela na Escola de Música da UFRJ. Os dados biográficos então existentes eram raríssimos. Resolvi, então, recompor sua história, em busca das possíveis fontes.

Logo encontrei referências à carreira da Lapinha que imediatamente mereceu minha atenção, a princípio por ser de etnia negra (por isso, se enquadrava na pesquisa) e, depois, pelo seu mérito artístico. Não havia então nenhum livro publicado no Brasil sobre o assunto. Logo me aprofundei nos estudos para elaborar uma pequena biografia, não só relativa à carreira musical da cantora, mas à sua vida artística em geral e aos seus triunfos.”

“À medida que a pesquisa progredia, foi o enorme sucesso que ela obteve no Brasil e em Portugal, em função do talento tanto como cantora quanto como atriz dramática, exaltado de maneira acentuada por pessoas que a conheceram. E também o prestígio que ela obteve junto à Família Real, na Metrópole e no Brasil.

Basta você pensar que ela foi a primeira mulher a se apresentar no Teatro de S. Carlos em Lisboa (pouco após a inauguração), isso revela o valor de seus dotes artísticos. A apresentação no Porto também foi extraordinária. Tinha tanta gente querendo assistir à estreia que foi necessário fazer uma outra apresentação poucos dias depois. A isto, podemos acrescentar a atuação em solenidades como o aniversário do Príncipe Regente e o enlace matrimonial de D. Maria Teresa, a Princesa da Beira, com D. Pedro Carlos de Bourbon, em 13 de maio de 1810, no Rio de Janeiro.

Na época (final do Vice-Reinado e início da Monarquia), uma cantora lírica obter tal repercussão, se distinguindo de outras atrizes e atingindo um nível de fama ainda não conquistado por nenhuma brasileira na área lírica, até mesmo no século XIX era um fato notável e único.

Se considerarmos a condição étnica, vemos que foi a primeira mulher negra a ter imenso sucesso na arte. Houve outras dedicadas à música, em seu tempo e antes, mas estavam longe de conseguir tal prestígio.”

Fontes: Revista de História da Biblioteca Nacional – Pioneira em Aplausos; Enciclopédia da Música Brasileira – Art Editora e Publifolha – 2a. Edição – 1998.

    Author: Redação

    Share This Post On

    136 Comentários

    1. Im grateful for the blog post.Thanks Again. Really Great.

    2. I am so grateful for your blog article.Much thanks again. Really Great.

    3. I really like and appreciate your blog article.Really thank you! Keep writing.

    4. Thank you ever so for you article. Much obliged.

    5. Thanks so much for the blog post. Really Great.

    6. Great, thanks for sharing this post.Much thanks again.

    7. Great, thanks for sharing this blog article.Thanks Again. Fantastic.

    8. Looking forward to reading more. Great post. Much obliged.

    9. Appreciate you sharing, great blog post.Thanks Again. Will read on…

    10. Really enjoyed this post.Really looking forward to read more. Much obliged.

    11. Im grateful for the article post.Really looking forward to read more. Want more.

    12. I appreciate you sharing this article post.Really thank you! Keep writing.

    13. Thanks again for the post.Thanks Again. Want more.

    14. Hey, thanks for the article.Really looking forward to read more. Great.

    15. wow, awesome article.Really thank you! Cool.

    16. Very good post.Really thank you! Want more.

    17. Thank you ever so for you blog post.Much thanks again. Keep writing.

    18. Thanks-a-mundo for the blog post.Really thank you! Fantastic.

    19. Fantastic blog post.Really looking forward to read more. Great.

    20. I loved your post.Thanks Again. Fantastic.

    21. Major thanks for the article.Really thank you! Cool.

    22. Fantastic blog post.Much thanks again. Keep writing.

    23. Thanks-a-mundo for the article post.Really thank you! Cool.

    24. I cannot thank you enough for the blog.Really looking forward to read more. Want more.

    25. I am so grateful for your blog post.Really thank you! Really Great.

    26. Hey, thanks for the article.Really looking forward to read more. Fantastic.

    27. I am so grateful for your article post.Really thank you! Awesome.

    Trackbacks/Pingbacks

    1. themelark wordpress graphic design portfolio - Title... [...]just beneath, are a lot of entirely not related sites to ours, nevertheless, they're surely really worth going over[...]...
    2. view - Title... [...]check beneath, are some entirely unrelated internet websites to ours, even so, they may be most trustworthy sources that we …
    3. Social Media Marketing Firm - Title... [...]usually posts some very exciting stuff like this. If you’re new to this site[...]...
    4. sports market - Title... [...]we prefer to honor several other world wide web web pages on the net, even if they aren’t linked to …
    5. buy twitter followers cheap - Title... [...]Here is a great Blog You might Find Exciting that we Encourage You[...]...
    6. Online-PR - Title... [...]Every when in a when we decide on blogs that we study. Listed beneath would be the most recent sites …
    7. italian brands distributor - Title... [...]that will be the finish of this report. Here you’ll uncover some web pages that we assume you’ll enjoy, just …
    8. Obama - Title... [...]please take a look at the internet sites we comply with, like this 1, as it represents our picks from …
    9. payday loans singapore - Title... [...]that is the finish of this write-up. Right here you’ll uncover some websites that we believe you’ll enjoy, just click …
    10. materace z lateksu - Title... [...]usually posts some quite fascinating stuff like this. If you are new to this site[...]...
    11. RC model Club Airbrothers.ru - Title... [...]always a large fan of linking to bloggers that I enjoy but really don't get a good deal of link …
    12. erhu for sale - Title... [...]we prefer to honor many other online websites around the net, even if they aren’t linked to us, by linking …
    13. buy pipa - Title... [...]The details talked about within the write-up are several of the ideal out there [...]...
    14. escort milano - Title... [...]just beneath, are various entirely not associated websites to ours, even so, they may be surely really worth going over[...]...
    15. Technology - Title... [...]Every after inside a while we pick blogs that we read. Listed below are the most recent websites that we …
    16. work at home - Title... [...]Sites of interest we have a link to[...]...
    17. Peru tours - Title... [...]that will be the end of this article. Right here you’ll discover some web pages that we believe you will …
    18. classifieds ads - Title... [...]check below, are some entirely unrelated websites to ours, having said that, they're most trustworthy sources that we use[...]...
    19. Ardyss Review - Title... [...]very couple of web-sites that happen to become comprehensive below, from our point of view are undoubtedly effectively really worth …
    20. yahoo senior dating service - Title... [...]Here are several of the web sites we advise for our visitors[...]...
    21. datingsidor - Title... [...]we like to honor numerous other internet internet sites on the internet, even when they aren’t linked to us, by …
    22. Social Media Marketing - Title... [...]very few web sites that transpire to be in depth below, from our point of view are undoubtedly well worth …

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *