II Conferência Nacional de Cultura

II Conferência Nacional de Cultura

II Conferência Nacional de Cultura

Número recorde de municípios se mobilizou para definir estratégias para a política pública cultural

 

 

Levantamento realizado pela Coordenação Executiva da II Conferência Nacional de Cultura (II CNC) revela que 2.529 municípios brasileiros realizaram conferências locais. Com relação à primeira edição da iniciativa, promovida pelo Ministério da Cultura, em 2005, houve um aumento de 112% – naquele ano, apenas 1.192 municípios se envolveram no debate cultural.

Para o coordenador executivo da II CNC, João Ribeiro, o resultado é inédito e, provavelmente, “não foi atingido por nenhuma outra conferência realizada no país”. A afirmação refere-se aos diversos fóruns que vêm sendo propostos pelo Governo Federal nesses últimos sete anos.

Os números também mostram que dois estados, Acre e Roraima, que não participaram da I Conferência Nacional de Cultura, conseguiram mobilizar 100% dos seus municípios durante as etapas preparatórias ao evento, a ser realizado de 11 a 14 de março de 2010, em Brasília.

Outros três estados chegaram a envolver cerca de 90% dos seus municípios:  Bahia (88,48%), Ceará (89,13%) e Espírito Santo (89,74%). Na sequência vem Pernambuco com 78,37%, seguido pelo Rio de Janeiro e por São Paulo, que contaram com a participação de, respectivamente 55,43% e 49,3%.

Em números absolutos, a Bahia foi a unidade da Federação que alcançou a maior mobilização – 369 de seus municípios promoveram debates locais. Já em termos territoriais, o Nordeste, com a adesão de exatos 1.000 municípios, foi a região que obteve o melhor desempenho. Depois, Sudeste com 693, Sul com 603, Norte com 121 e Centro-Oeste com 112 municípios, mais o Distrito Federal.

Etapas Estaduais

Acre, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal se adiantaram e concluíram as discussões sobre os eixos temáticos e sobre o tema geral da Conferência Cultura, Diversidade, Cidadania e Desenvolvimento -, definindo estratégias para a implantação de políticas públicas de Cultura durante seus debates.

As demais 24 unidades da Federação já definiram as datas e locais para a realização das suas conferências, o que deverá ocorrer até 15 de dezembro. Todas as sugestões das etapas municipais e estaduais serão levadas para o encontro nacional. Já o estado do Paraná nem figura na relação. A Secretaria de Estado da Cultura não mobilizou e teve uma participação pífia.

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *