FOLCLORE BRASILEIRO – Rio de Janeiro

Tendo como paisagem a indescritível beleza natural da Guanabara e talvez influenciado por ela, o carioca destaca-se pela sua alegria e bom humor sendo um homem despreocupado e sem preconceitos. Seu calendário folclórico é muito rico, porém a maior festa sem dúvida é o Carnaval, que surgiu no brasil após a Guerra do Paraguai, como forma nova de entrudo. O Carnaval tem três dias antes da Quarta-feira de cinzas. Nele as pessoas com o afrouxamento de certas normas morais, extravasam toda sua alegria cantando e dançando. Nos dias de hoje o ponto culminante do Carnaval carioca são os desfiles das escolas de Samba. Dos ritos, o mais difundido é a Festa de Iemanjá. Na passagem do Ano, Iemanja – que é a Rainha do Mar, mãe de todos os Orixás e protetora das viagens marítimas – é homenageada pelos devotos da Macumba e da Umbanda.

São milhares de fiéis que à noite dirigem-se à praia levando flores brancas e azuis em geram, vidros de perfume, sabonetes e bebidas que são ofertas para lançar ao mar. No dia 06 de Janeiro, comemora-se o dia da Adoração dos Reis. E folia de Reis é uma Festa que começa na noite de 24 de dezembro e vai até 06 de Janeiro ou 2 de Fevereiro.

Os foliões de Reis imitam os Reis Magos, que viajaram guiados pela estrela de Belém. Saem cantando e louvando o nascimento de Jesus. O grupo compõe-se de tocadores e cantadores que saem a serviço de um festeiro para angariar ofertas, percorrendo as casas da cidade do campo e sítios, recebendo comidas e bebidas pois segundo a tradição quem os acolhe é abençoado.

Quando percorrem as cidades são chamados de “Folias de Reis de Música” e os da Zona rural ” Folias de Reis de Caixa “- compõe-se de dois tocadores de viola, um de caixa e outro de adufe ( pandeiro quadrado).

    Author: Redação

    Share This Post On