FOLCLORE BRASILEIRO – Mato Grosso

A ocupação humana, responsável pelo povoamento da região centro-oeste, deve-se aos Bandeirantes que à procura do ouro e do diamante transferiram-se para lá! É também uma região onde vivem diversas tribos indígenas ameaçadas de extinção.

E devido ao contrato com a civilização, muitas se a culturaram A cerâmica teve elevada importância entre os índios que chegam a lutarem entre si para obtê-la , é um trabalho realizado pelas mulheres que são exímias artesãs. Suas cerâmicas possuem belas formas e são bem decoradas com motivos geométricos.

As peças são pintadas e cozidas ao ar livre. Os índios com sua arte plumária fazem magníficos enfeites com penas. O cocar, que é um espécie de anel coberto com penas amarelas, pretas e vermelhas ( como este da ilustração) , de onde partem penas azuis, amarelas e vermelhas bem maiores. É uma belíssima peça. Perfuram as orelhas e as enfeitam também com penas. Fazem trançados de palha de palmeira, com os quais confeccionam outros enfeites e os mais variados tipos de cestos.

Suas cores favoritas são branco e o preto. No pantanal mato-grossense há a presença do vaqueiro que para cavalgar o boi-de-sela usa em geral perneiras compridas de pele de veado cujo couro é bem macio. O boi-de-sela foi utilizado pois os cavalos levados para lá morriam devido as doenças, e o homem para vencer as grandes distâncias passou a utilizar o boi como transporte.

    Author: Redação

    Share This Post On