FOLCLORE BRASILEIRO – Maranhão / Piauí

Os estados do Maranhão e Piauí muito se assemelham em seus costumes e até mesmo em suas principais riquezas agrícolas, que são a cultura do babaçu e da carnaubeira. O colhedor de coco de babaçu coloca-os num cesto, levando-se para seu rancho onde com a ajuda de sua mulher o coco é quebrado e são retiradas as amêndoas com as quais faz-se o óleo de babaçu.

Esse óleo é utilizado na alimentação e no fabrico de várias produtos entre os quais, o sabonete. Serve também como excelente lubrificador de motores. A carnaubeira fornece ao homem uma variedade de produtos indispensáveis à sua economia .

Dela extrai-se a cera, a madeira e a palha, que serve para a confecção de bolsas, chapéus, etc… As principais tribos indígenas destes dois estados são : Urubu-Caapor, e Crahó, está última localizada ao sul do Maranhão. Os Urubu-Caapor mantém contato com o homem branco que vive da coleta do babaçu.

O Bumba-meu-boi é um bailado popular dramático, que provavelmente tem sua origem no Maranhão. Ocorre no mês de junho. Possui vários personagens cujos nomes variam de região para região sendo os principais : Boi, Mateus, Doutor, Cavalino e etc. É a história de um negro que rouba e mata um boi porque sua mulher, grávida está com desejo de comer língua de boi.

O dono do boi o vê roubar, sendo preciso ressuscitar o boi. Por ser uma tarefa difícil ela é designada ao pagé. As Caretas é um rito praticado no Maranhão e no Piauí. Trata-se de um rito de vingança que é realizado na Sexta-Feira da Paixão, noite em que Judas se enforcou. Grupos de mascarados reúnem-se no cemitério local onde plantam bananeiras e palmeiras deixando uma corda destinada às pessoas que os maltrataram durante o ano.

    Author: Redação

    Share This Post On