Exposição celebra 38 anos do Museu do Homem do Nordeste

MUSEUNORDESTE

O Museu do Homem do Nordeste (Muhne) celebra seus 38 anos reunindo arte, artesanato e design nordestinos. É a exposição Nordeste Mix. A mostra será inaugurada nesta sexta-feira (21), e poderá ser visitada até 4 de fevereiro do ano que vem, na Sala Mauro Mota. O Muhne, localizado em Recife, é vinculado à Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e ao Ministério da Educação.

A Nordeste Mix mescla arte, artesanato e design em um exercício de antropologia da memória. Dos quadros de José Patrício à arte popular de Nuca da Tracunhém, passando por nomes como o do fotógrafo Josias Benício, peças da arte popular e objetos utilitários dividem o mesmo espaço que peças de designers contemporâneos.

O objetivo da exposição é discutir a representação da região Nordeste por meio de sua cultura material. A curadoria foi realizada pela antropóloga Ciema Mello e pelo museólogo Maximiliano Roger. Já a identidade visual e a expografia são assinadas pelo designer Pedro Henrique de Oliveira.

“O museu tem uma particular afeição pelo homem comum. Não estamos interessados em heróis e sim nas pessoas que estão todos os dias na rua, que pegam ônibus, que entram na fila do supermercado. São elas que criam a diversidade e a originalidade da cultura nordestina”, explica a curadora Ciema Mello.

História

Fundado em 1979, um dos mais importantes museus antropológicos do Brasil, o Muhne é oriundo da fusão de três outros museus: o Museu de Antropologia, o Museu de Arte Popular e o Museu do Açúcar. O acervo, hoje, possui aproximadamente 15 mil peças de caráter histórico, etnográfico e antropológico.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação.

    Author: Brasil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *