Encontro Patrimônio Cultural

Estão abertas as inscrições para o encontro “Patrimônio Cultural: Caminhos e Oportunidades 2013”. Realizado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), o evento acontece na segunda-feira, 11 de novembro, na sede da Secretaria de Estado da Cultura, das 8h45 às 17h45. Na ocasião, serão apresentadas ideias, experiências e cases importantes da área de preservação do patrimônio para gestores municipais, dirigentes de cultura, membros de Conselhos de Preservação e de quadros técnicos locais.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no hotsite clicando aqui.

No encontro, os participantes inscritos poderão acompanhar, às 10h, à palestra do antropólogo e ex-presidente do Condephaat e do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Antonio A. Arantes. Em seguida, às 11h, terá início a mesa “Gestão do Patrimônio Cultural”, que abordará os aspectos técnicos e legais da preservação, além da administração de orçamento no setor público. Participam desta mesa, o procurador
do Estado de São Paulo, Fábio André Uema Oliveira,  e o arquiteto do DPH (Departamento do Patrimônio Histórico), Walter Pires.

No período da tarde, a segunda mesa de discussão tem início às 14h e conta com a participação da Doutora em Urbanismo (USP) Ana Carla Fonseca e do arquiteto Guilherme Michelin para abordar a economia criativa na área da preservação e as potencialidades do patrimônio ferroviário. Por fim, a terceira e última mesa do encontro, que tem início às 15h45, propõe uma reflexão sobre a viabilidade e o financiamento da preservação e conta com a presença da delegada Rosmary Corrêa, da advogada e ex-coordenadora da Unidade de Preservação do Patrimônio Histórico (UPPH), Marília Barbour, e de Vanessa Kraml, arquiteta especializada em restauro de monumentos pela Universidade La Sapienza de Roma. Confira abaixo, mais detalhes da programação.
Veja aqui a programação completa do encontro:

 
8h45 – Credenciamento e Café de boas vindas

 
9h30 – Abertura
Ana Lúcia Duarte Lanna – Presidente do
CONDEPHAAT
Lobbe Neto – Presidente da CEPAM
Marcelo Mattos Araujo –
Secretário de Estado da Cultura

 
10h00 – Palestra com Antonio A. Arantes
Antropólogo, formado na
Universidade de São Paulo e na Universidade de Cambridge. É professor e um dos
fundadores do Departamento de Antropologia da UNICAMP, universidade à qual está
vinculado desde 1968. Com ativa participação em sociedades científicas, foi
Presidente do IPHAN, do CONDEPHAAT e do CONDEPACC, órgão de cuja criação foi
responsável. Publicou diversos livros, artigos e relatórios técnicos de
consultoria publicados no Brasil e no exterior. Ministrou palestras e cursos em
diversas instituições brasileiras e estrangeiras.

 
11h00 – MESA 1 – GESTÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL
Mediação: Ana Lúcia
Duarte Lanna, presidente do CONDEPHAAT

 
ALÉM DO TOMBAMENTO: ASPECTOS LEGAIS DA PRESERVAÇÃO
Com Fábio André
Uema Oliveira.
Procurador do Estado de São Paulo, lotado na Consultoria
Jurídica da Secretaria da Cultura. Especialista em Direito Constitucional e
Mestre em Direitos Difusos e Coletivos pela PUC/SP. Professor Monitor do Curso
de Especialização em Direito Ambiental da Escola Superior da Procuradoria Geral
do Estado de São Paulo – ESPGE.

 
CONCILIANDO ASPECTOS TÉCNICOS DA PRESERVAÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE ORÇAMENTO
NO SETOR PÚBLICO
Com Walter Pires.
Arquiteto (1979) e Mestre (2003) pela
FAU-USP. Atuação profissional na área de pesquisa e preservação do patrimônio
cultural em São Paulo, no Condephaat (1982 a 1991) e no DPH (desde 1991), tendo
exercido a Diretoria desse Departamento e a Vice-Presidência do Conpresp entre
2005 e 2013. Conselheiro do CADES, conselho de meio ambiente do município de S
Paulo (2010 a 2013), e do Conselho do Funpatri.

 
12h45 – Almoço

 
14h00 – MESA 2: PATRIMÔNIO E DESENVOLVIMENTO
Moderação: Ana Luiza
Martins, conselheira do CONDEPHAAT

 
PATRIMÔNIO E ECONOMIA CRIATIVA
Ana Carla Fonseca
Administradora
Pública (FGV); Economista, Mestre em Administração e Doutora em Urbanismo (USP),
gerenciou projetos de inovação na América Latina, em Londres e Milão. É diretora
da Garimpo de Soluções, empresa pioneira em economia criativa e cidades
criativas. Conferencista, curadora de congressos e consultora internacional, é
assessora para a ONU e autora de livros pioneiros, como Marketing Cultural e
Financiamento da Cultura, Economia da Cultura e Desenvolvimento Sustentável
(Prêmio Jabuti 2007) e Cidades Criativas.

 
POTENCIALIDADES DO PATRIMÔNIO FERROVIÁRIO
Guilherme
Michelin
Arquiteto e Urbanista, graduado pela FAU-MACKENZIE. Especialista em
Conservação e Preservação de Monumentos e Conjuntos Históricos, pela UFBA, e
Mestre em Engenharia Civil, na Área de Recursos Hídricos, Energéticos e
Ambientais, pela UNICAMP. Atualmente, Professor da FAU-MACKENZIE e pesquisador
no Grupo de Pesquisa “A construção da cidade: arquitetura, documentação e
crítica”. É sócio-proprietário da Trópico Brasil, onde desenvolve projetos das
mais variadas escalas em conservação e restauro de patrimônio cultural.

 
15h30 – Intervalo /Café

 
15h45 – MESA 3 – PRESERVAÇÃO: FINANCIAMENTO E VIABILIDADE
Moderação:
Antônio Luís Zerbeto Rocha, assessor técnico UPPH

 
VIABILIDADE DESDE O PROJETO, CASOS SELECIONADOS
Vanessa
Kraml
Arquiteta especializada em restauro de monumentos pela Universidade La
Sapienza de Roma, sócia-diretora da VK Arquitetura e Restauro, responsável pelos
seguintes projetos de restauro: Catedral de Florianópolis-SC; Ponte Pênsil Alves
Lima (SP-PR); Igreja Nossa Senhora da Escada, Guararema-SP; Academia Paulista de
Letras, São Paulo-SP; Armazém de Mercadorias, Santos-SP, Passo da Via Sacra “São
Vicente de Paulo”, Piracicaba-SP; Bens Integrados do Jardim da Casa de Rui
Barbosa, Rio de Janeiro-RJ; e forros do Museu Paulista, São Paulo-SP.

 
ProAC-ICMS e FID, EXEMPLIFICANDO OPORTUNIDADES
Marília
Barbour
Advogada, formada pela Faculdade de Direito da Universidade
Presbiteriana Mackenzie, com especialização em Direito Constitucional pelo
Centro de Extensão Universitária. Coordenou a UPPH – Unidade de Preservação do
Patrimônio Histórico, da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São
Paulo, exerceu a Vice- Presidência do CONDEPHAAT e foi membro da Comissão de
Análise de Projetos (CAP) do Programa de Ação Cultural – ProAC. Atualmente é
assessora técnica na Subsecretaria de Comunicação da Casa Civil do Governo do
Estado de São Paulo e Conselheira do Fundo Estadual de Defesa dos Interesses
Difusos – FID.

 
EMENDA PARLAMENTAR, OPORTUNIDADES E PROCEDIMENTOS
Rosmary
Correa
Delegada Rose, como é conhecida, é bacharel em Direito pelas
Faculdades Metropolitanas Unidas e Professora da Academia da Polícia Civil do
Estado de São Paulo. Responsável pela implantação da Delegacia de Defesa da
Mulher, modelo de política pública referência em todo país e no exterior. Eleita
Deputada Estadual em 1990 atuou em trabalhos de significativo avanço social por
16 anos no Legislativo Paulista. Atualmente exerce o cargo de Sub-Secretária de
Assuntos Parlamentares da Casa Civil no Governo de SP, tendo entre outras
atribuições, responsabilidade pelo controle das emendas parlamentares indicadas
pelos deputados.

 
17h45 – Encerramento

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *