Dia 19 de Janeiro de 1982 – Morre Elis Regina

Cantora foi encontrada morta aos 36 anos. Segundo a autópsia, a causa da morte foi uma mistura de cocaína com álcool

No dia 19 de janeiro de 1982, a cantora Elis Regina morreu em seu apartamento no Jardim Paulista, bairro nobre de São Paulo. Ela foi encontrada caída no chão pelo então namorado Samuel MacDowell. A cantora de 36 anos chegou sem vida ao Hospital das Clínicas.

Segundo a autópsia, a causa da morte foi uma mistura de cocaína com álcool. Na época, os familiares de Elis contestaram o laudo médico, na tentativa de proteger sua imagem. Seu corpo foi velado no Teatro Bandeirantes, em São Paulo, local onde havia apresentado seu show mais marcante, “Falso Brilhante”, entre 1975 e 1977.

Nascida em 17 de março de 1945 em Porto Alegre, Elis Regina Carvalho Costa começou a cantar aos 11 anos, em programas de rádio. O estouro nacional ocorreu em 1965, quando interpretou “Arrastão”, de Edu Lobo e Vinicius de Moraes, ganhando o 1º Festival de Música Popular Brasileira (TV Excelsior). Em 1968, ganhou fama internacional ao cantar em TVs inglesa, holandesa, belga, suíça e sueca.

Para muitos, Elis foi a maior cantora brasileira de todos os tempos. Conhecida como “Pimentinha” e “Furacão Elis”, ela lançou compositores como João Bosco e Aldir Blanc, Renato Teixeira, Fátima Guedes. Casou e se separou duas vezes, uma com o compositor e produtor Ronaldo Bôscoli, 16 anos mais velho, e com o pianista César Camargo Mariano. Deixou três filhos, João Marcelo, fruto do primeiro casamento, que na época tinha 11 anos, Pedro e Maria Rita, filhos do segundo casamento, que tinham 6 e 4 anos, respectivamente.

 

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *