Conferência de Cultura de Rio Branco se aproxima

Rio Branco - AcreÉ chegada a hora de uma grande festa cultural em Rio Branco. E de quebra, é o momento para se realizar a avaliação do Sistema Municipal de Cultura (SMC), a apresentação de propostas para a Conferência Estadual e Nacional de Cultura e eleição dos delegados das áreas de Patrimônio Cultural e Artes para a Conferência Estadual de Cultura deste ano. Com essas pautas, nos dias 17, 18 e 19 e setembro, a Fundação Garibaldi Brasil realiza a II Conferência Municipal de Cultura de Rio Branco, no Colégio Armando Nogueira.

A 2ª Conferência Municipal de Cultura discutirá os eixos do temário da Conferência Nacional de Cultura, porém levando em conta as particularidades da nossa cidade. Os eixos abordados são: Produção Simbólica e Diversidade Cultural; Cultura, Cidade e Cidadania; Cultura e Desenvolvimento Sustentável; Cultura e Economia Criativa; Gestão e Institucionalidade da Cultura.

Sobre o Sistema Municipal de Cultura

A construção de um Sistema Municipal de Cultura em Rio Branco, proposto pela Fundação Garibaldi Brasil – FGB, teve início em 2005, com a realização de reuniões nas quais os segmentos artísticos e esportivos tiveram a oportunidade de discutir os problemas enfrentados pelos artistas, esportistas e as comunidades em seu fazer cultural do cotidiano.  

Durante esses encontros, foi traçado um diagnóstico da situação dos diferentes setores ligados aos fazeres culturais na cidade e relacionadas às principais expectativas de desenvolvimento em curto, médio e longo prazo. Ainda em 2005, a Prefeitura de Rio Branco assinou um Protocolo de Intenções com o Ministério da Cultura para integrar o município ao Sistema Nacional de Cultura – SNC.

Em 2006 – A FGB organizou o material produzido no ano anterior, coletou referências bibliográficas e realizou estudos internos sobre políticas culturais propostas pelo Governo Federal, através do Ministério da Cultura, sobre experiências em outros estados e municípios brasileiros, tendo em vista a organização de uma proposta de Sistema Municipal de Cultura.

Em 2007 – Acontece a I Conferência Municipal de Cultura, onde será apresentado um documento inédito sobre a cultura local, com o diagnóstico e as expectativas de crescimento dos segmentos, além da pactuação da proposta de um Sistema Municipal de Cultura a ser apresentado à Câmara de Vereadores.

A continuação do processo

Em 2009 – A 2ª Conferência Municipal de Cultura de Rio Branco vem para consolidar o processo que foi iniciado pelos gestores e o movimento cultural na Conferência anterior. Trata-se de uma experiência inovadora até mesmo no âmbito nacional, pois possibilitou o exercício da democracia direta através do Conselho Municipal de Cultura, aberto a todos os cidadãos.  

Outro processo fundamental que se consolida neste momento é a construção do Plano Municipal de Cultura, onde as necessidades, diagnósticos e anseios do movimento cultural de Rio Branco se farão valer pelos próximos dez anos, independente da gestão vigente no período. É uma forma de assegurar os direitos de quem vive o cotidiano da cultura na cidade.

A realização da II Conferência Municipal de Cultura é da Prefeitura de Rio Branco, através da Fundação Garibaldi Brasil – FGB, em parceria com a Fundação Elias Mansour – FEM e Conselho Estadual de Cultura – Concultura. Mais informações: (68) 32242503 / (68)32240269 / (68) 99753634

    Author: Redação

    Share This Post On