Cinemateca apresenta retrospectiva do diretor italiano Dario Argento

O gato de nove caudas

A Cinemateca de Curitiba apresenta de 17 a 21 de outubro uma seleção de dez filmes do diretor italiano Dario Argento, considerado um dos mestres do cinema de terror e principal representante do gênero conhecido como “giallo”, baseado em histórias de assassinatos em série. A mostra “L’Oro di Argento” é realizada pelo Consulado Geral da Itália, com curadoria de Antonio Cava.

Os principais filmes do cineasta, produzidos entre 1970 e 1996, estarão em exibição e serão também tema de um debate, sábado (21), às 17h30, com o organizador Antonio Cava, o crítico de cinema Marden Machado, o diretor de cinema Paulo Biscaia Filho e o curador Fernando Brito, da série “Giallo” e “Obras primas do Terror” da DVD Versátil.

O diretor – Filho do famoso produtor italiano Salvatore Argento e da fotógrafa brasileira Elda Luxardo, Dario Argento tem entre suas maiores influências os livros de capas amarelas (Giallo), extremamente populares com histórias de assassinatos em série, mistérios, suspense e doses de terror. Centenas de filmes dos anos 70 e 80 foram baseados em contos publicados nestes livros.

Argento, que sempre teve paixão por histórias policiais e de suspense, além de profunda admiração pelo diretor americano Alfred Hitchcook, definiu o caminho que trilharia no cinema com seu primeiro filme, O pássaro das plumas de cristal (1970), imprimindo nas telas uma tensão psicológica e visceral até então desconhecida no cinema. O gato de nove caudas e Quatro moscas no veludo cinza, ambos de 1971, acabaram por confirmar sua excelência. Em 2009 lançou Giallo – Reféns do Medo numa clara homenagem ao estilo que o consagrou.

Programação:

 

17 de outubro (terça-feira)

15h – “O Gato de Nove Caudas” (“Il gatto a nove code”, 1971, 112 min.) Com James Franciscus, Karl Malden e Catherine Spaak.

Um repórter e um jornalista cego aposentado tentam resolver uma série de assassinatos e acabam se tornando alvos do assassino.

Faixa etária: 16 anos.

17h – “O Pássaro das Plumas de Cristal” (“L’uccellodallepiumedicristallo”, 1970, 97 min.) Com Tony Musante, Suzy Kendall e Enrico Maria Salerno.

Um escritor americano que mora em Roma assiste ao assassinato de uma mulher. Como a polícia não resolve o caso, ele decide investigar.

Faixa etária: 16 anos.

18h30 – Coquetel de abertura da mostra e da exposição “L’ Oro di Argento”.

19h30 – “Quatro Moscas Sobre Veludo Cinza (“Quattro Mosche di Velluto Grigio”, 1971, 104 min.) Com Michael Brandon, Mimsy Farmer e Jean-Pierre Marielle.

Um músico é perseguido por um assassino misterioso que o chantageia pela morte acidental de uma pessoa.

Faixa etária: 16 anos.

 

18 de outubro (quarta-feira)

15h – “A mansão do inferno” (Inferno, 1980, 106 min.) Com Leigh McCloskey, Irene Miracle e Eleonora Giorgi.

Rose é uma jovem poetisa que mora numa estranha casa em Nova York. Um dia, ela compra um livro chamado “As Três Mães” e se convence que sua casa foi lar de uma das bruxas da obra. Segunda parte da “Trilogia das Mães”, iniciada por “Suspiria”.

Faixa etária: 18 anos.

17h – “Suspiria” (Suspiria, 1977, 99 min.) Com Jessica Harper, Stefania Casini, Flavio Bucci.

Suzy é uma jovem norte-americana que viaja para Friburgo para estudar numa conceituada academia de dança. Porém, uma série de assassinatos leva Suzy a descobrir a verdade sobre a academia.

Faixa etária: 16 anos.

 

19 de outubro (quinta-feira)

15h – Tenebre” (“Tenebrae”, 1982, 106 min.) Com Anthony Franciosa, Christian Borromeo, Mirella D’Angelo.

Escritor chega a Roma para promover seu livro, mas descobre que alguém está usando seus romances como inspiração para cometer assassinatos.

Faixa etária: 18 anos.

17h – “Phenomena” (Phenomena, 1985, 116min.) Com Jennifer Connelly, Donald Pleasence, Daria Nicolodi.

Uma adolescente americana vai estudar em colégio interno para garotas, na Alemanha. Enquanto ela explora sua capacidade especial de se comunicar com insetos, um assassino aterroriza o local com seus crimes brutais.

Faixa Etária: 16 anos

 

20 de outubro (sexta-feira)

15h – Síndrome mortal” (La sindromedi Stendhal, 1996, 119 min.)                                                      Com Asia Argento, Thomas Kretschmann, Marco Leonardi.

A detetive Anna Manni, encarregada de prender um serial killer, sofre de Síndrome de Stendhal, doença que faz com que a pessoa sinta vertigens ao ver imagens de grande beleza, como famosos quadros da História da Arte.

Faixa etária: 18 anos.

17h – “Terror na Ópera” (“Opera”, 1987, 107 min.) Com Cristina Marsillach, Ian Charleson e Urbano Barberini.

Uma jovem soprano é perseguida por um assassino doentio durante a montagem da ópera “Macbeth” em Milão.

Faixa etária: 16 anos.

 

21 de outubro (sábado)

15h30 – Prelúdio para Matar” (ProfondoRosso, 1975, 127 min./105 min.) Com David Hemmings, Daria Nicolodi, Gabriele Lavia, Clara Calamai.

O músico inglês Marcus Daly testemunha o brutal assassinato de uma famosa médium, mas não consegue identificar o criminoso. Obra máxima de Argento e o maior giallo de todos os tempos. Faixa etária: 16 anos.

Após a sessão, às 17h30, debate com o organizador Antonio Cava, o crítico de cinema Marden Machado, o diretor de cinema Paulo Biscaia Filho e o curador Fernando Brito da série “Giallo” e “Obras primas do Terror” da DVD Versátil.

 

Serviço:

Mostra “L’Oro di Argento”, filmes de Dario Argento

Local: Cinemateca de Curitiba – R. Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco

Data: 17 a 21 de outubro de 2017

Entrada franca

Realização: Consulado Geral da Itália – Curitiba

Curadoria: Antonio Cava

Apoio: Prefeitura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba e DVD Versátil

    Author: Brasil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *