Bumba-Meu-Boi representa cultura e identidade do Maranhão

boi

Na sexta-feira (30) próxima passada, comemorou-se o Dia Nacional do Bumba-Meu-Boi, manifestação símbolo da cultura do Maranhão. Os rituais possuem elementos ligados à religiosidade católica, como o artesanato, instrumentos musicais, bordado do couro do boi e o figurino dos participantes, que representam a devoção a São João, São Pedro e São Marçal. As coreografias, por sua vez, trazem elementos de cultos afro-brasileiros.

Personagens humanos e animais fantásticos participam da dança, que dramatiza história da morte e ressurreição de um boi. A brincadeira do Boi conta, por meio de danças, músicas e vestimentas, a história de Pai Francisco e sua mulher, Mãe Catirina.

Na lenda, Pai Francisco, trabalhador de uma fazenda, rouba a língua do boi para satisfazer os desejos de sua mulher Catirina, que estava grávida. O dono da fazenda encontra o animal doente e pede ajuda aos pajés para cura. Depois de ver seu boi curado, o fazendeiro perdoa Pai Francisco e celebra a saúde do boi com uma grande festa.

Patrimônio 

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) aprovou a candidatura do Complexo Cultural Bumba-Meu-Boi do Maranhão para a Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Com a decisão, o Iphan iniciará a elaboração de um dossiê que será apresentado à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Se for aceita, a inscrição do Bumba-Meu-Boi na lista indicativa na Unesco permitirá maior visibilidade deste bem como Patrimônio Cultural Imaterial.

O Complexo Cultural do Bumba Meu Boi do Maranhão foi inscrito no Livro de Registro de Celebrações, em 2011. O Livro registra rituais e festas que marcam vivência coletiva, religiosidade, entretenimento e outras práticas da vida social, considerados Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Cultura, do Iphan e do Governo do Maranhão

    Author: Brasil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *