BH abre inscrição de blocos de rua para Carnaval em 2014

A capital mineira já iniciou os preparativos para o Carvanal, que tem a expectativa de levar mais de um milhão de foliões às ruas segundo o site da prefeitura. Para organizar a participação dos blocos de rua na festa de 2014, a Belotur, responsável pela organização do evento, lançou um hosite para cadastramento dos blocos de rua que pretendem desfilar.

No formulário online, que ficará aberto para inscrição até o dia 15 de janeiro, o organizador do bloco de rua preencherá informações como: local detalhado de onde o bloco se apresentará, data e horário do desfile, estimativa de público de 2013 e previsão para 2014, percurso do desfile, dentre outros dados.

Em 2013, 70 blocos se espalharam pelas ruas da cidade e para este ano, a previsão é de que mais de 200 blocos desfilem por Belo Horizonte.

Mudanças

Uma das principais mudanças da festa no ano que vem é o retorno dos desfiles das escolas de samba e blocos caricatos para a Avenida Afonso Pena. Pelo percurso, que se estende pela Avenida Carandaí e a Rua da Bahia, estima-se que desfilem seis escolas de samba e nove blocos caricatos.
A Estação do Samba, tradicionalmente localizada na Praça da Estação, será ampliada e a programação musical estará distribuída em 12 palcos. As praças da Estação, da Savassi e da Pampulha vão contar com palcos estratégicos que vão servir de ponto de encontro para foliões.

Nas nove regionais da cidade palcos garantirão que nenhum folião fique de fora da festa. É esperada a participação de mais de 70 artistas do samba.

Custos

A prefeitura espera um investimento de R$ 5 milhões no carnaval de BH, entre recurso próprio e de patrocinadores, o que corresponde a um aporte de 43% a mais do que este ano. Em 2013,  por intermédio da Belotur, a prefeitura aplicou R$ 3,5 milhões em ações de estruturação e produção do Carnaval na capital mineira. O número demonstra o crescimento da festa na cidade nos últimos anos.  O valor do investimento em 2013 é 2,3 vezes maior do que o disponibilizado em 2009, quando foi investido R$ 1,5 milhão.

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *