Bailarinos ficam de ponta cabeça na performance Árvores

Clarice Lima traz sua estética e experiência na dança para uma performance que mescla poesia, beleza, além de uma reflexão sobre a velocidade em que o corpo está inserido no dia a dia. As apresentações no SESC Pompeia são gratuitas e começam a partir de 23 de agosto

 

Uma intervenção de dança que porpõe uma reflexão sobre tempo e espaço no mundo contemporâneo e que desperta a curiosidade das pessoas ao seu redor. Com idealização e concepção da bailarina Clarice Lima, Árvores faz apresentações nos dias 23, 24, 29, 30 e 31 de agosto, quintas e sextas, às 20h30 e quarta, às 15h30 na Área de Convivência e Rua Central do SESC Pompeia.

 

A performance acontece em espaços abertos e sem música. Suas necessidades são mínimas, pois têm como proposta a capacidade de se adaptar a qualquer local. Durante a apresentação, os bailarinos ficam de cabeça para baixo e permanecem nessa posição. Quando o corpo não aguenta mais, eles caem no chão, um a um, onde continuam até o fim da performance. O figurino é essencial e composto por uma saia-calção colorida que deixa as pernas à vista durante a encenação.

 

“A intervenção é instrumento de ação para o paradoxo do corpo contemporâneo que vive em função da velocidade de estímulos, coisas para fazer, ter ou realizar. Essa dança lida com o desejo de pausa, de um olhar, de subversão do tempo para abrir-se ao sutil”, diz Clarice Lima.

 

INFORMAÇÕES

Datas: Dias 23, 24, 29, 30 e 31 de agosto de 2012

Horários: quintas e sextas, às 20h30 e quarta, às 15h30

Preços:  Grátis | Duração: cerca de 30 minutos | Classificação etária: Livre.

 

LOCAL – SESC Pompéia – Teatro (356 lugares)

Rua Clélia, 93, Pompéia. Telefone. 11 3871-7700. www.sescsp.org.br

 

 

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *