Autoria de “As Mocinhas da Cidade” é restabelecida pela Justiça

A canção As mocinhas da cidade pode ser considerada um patrimônio cultural do Paraná. Composta por Nhô Belarmino, a música estourou em todo o Brasil na década de 1950. A canção caipira ficou guardada na memória da população, principalmente nas regiões interioranas do País. Diversas regravações foram feitas ao longo dos anos, mas algumas adaptações promovidas por uma banda desagradaram fãs de Nhô Belarmino, que sempre cantava em parceria com Nhá Gabriela. O descontentamento foi tão grande que até rendeu uma ação na Justiça.

Filho de Nhô Belarmino e Nhá Gabriela – na vida real eles se chamavam Osvaldo e Júlia -, Ivan Graciano recebeu diversas manifestações de fãs da dupla sobre a alteração da letra e da música feitas pela banda baiana Arriba Saia. Eles pediam alguma providência por parte da família. “O grupo alterou versos e colocou outros. Ainda omitiu alguns versos e disse ser o autor da música, que se chama Enche bailão. As mocinhas da cidade é um hino popular do Paraná e isto não pode acontecer”, comenta Ivan, que também é presidente do Sindicato dos Músicos Profissionais do Paraná.

Em 2007 o advogado José Alexandre Saraiva, que também é músico,  entrou com uma ação na 20ª Vara Cível de Curitiba e conseguiu uma decisão liminar que impedia o grupo baiano de continuar tocando a música e s gravadoras a retirar os CDs que contêm a música de todas as lojas e rádios. Depois de nove anos de tramites processuais, na última segunda-feira saiu a a sentença definitiva da ação condenando o Roney Brasil a pagar uma indenização por danos morais à família Graciano.

 

“Eles editaram a música como própria de uma maneira brutal, deturpando o lirismo original que a colocou no imaginário de várias gerações”, observa Saraiva.

O processo judicial foi impetrado lá no ano de 2007. A juíza Mayra Rocco Stainsack, da 20.ª Vara Cível de Curitiba, concedeu a tutela antecipada. Assim, as gravadoras responsáveis pela banda foram obrigadas a retirar os CDs que contêm a música de todas as lojas e rádios, sob pena de multa de R$ 500 por dia.

José Alexandre Saraiva - Músico e advogado

Este caso tem que ser exemplar porque não queremos que o mesmo aconteça com outras músicas e outros autores”, afirma.

A canção foi composta por Nhô Belarmino em 1940. Ele e Nhá Gabriela saíram de Curitiba para gravar discos no Rio de Janeiro. Em um desses períodos de trabalho, a dupla gravou As mocinhas da cidade, em 1957. A canção projetou o nome dos dois em todo o Brasil. Houve, inclusive, a composição de outras músicas como resposta à canção de Nhô Belarmino, como As mocinhas do sertão.

As mocinhas da cidade

(Nhô Belarmino)


As mocinhas da cidade

São bonitas, dançam bem

Eu dancei uma vez

Com uma moreninha

E já fiquei querendo bem


Embora seu pai não queira

Que eu me case com você

Só depois de nós casado

Ele vai nos compreender


Fui na casa da morena

Pedir água pra beber

Não é sede, não é nada, moreninha

Eu vim aqui só pra te ver


E o sol já vai entrando

E a saudade vai atrás

Vou casar com aquela linda moreninha

Pra nós dois viver em paz

 

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *