Atenção especial às vítimas dos deslizamentos

sosMTur, Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, Secretaria de Turismo do Estado do RJ atuam de forma coordenada pelo apoio e atendimento às áreas atingidas por fortes chuvas no estado.

O Ministério do Turismo (MTur) e o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) apoiam a campanha iniciada em 14 de janeiro pela Secretaria de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e o SindRio (Sindicato de Hotéis, bares e Restaurantes), pela arrecadação de doações aos desabrigados em Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo. O governo federal e o estadual do Rio de Janeiro atuam de forma coordenada pelo apoio e atendimento às vítimas das fortes chuvas que atingem a região da serra carioca desde terça-feira (11). Roupas de cama e banho, embaladas e esterilizadas, estão sendo coletadas pelo SindRio e entregues aos Batalhões da Polícia Militar.

“O momento é crítico. Lamentamos muito pelas vidas perdidas e levamos nossa solidariedade às vítimas e suas famílias. Faremos o que estiver ao nosso alcance para amenizar o sofrimento das populações atingidas pelos deslizamentos e recuperar a capacidade de operação da infraestrutura turística”, declarou o ministro do Turismo, Pedro Novais.

Empresários do setor turístico fluminense estão mobilizados pela tragédia, segundo Alexandre Sampaio, presidente da FBHA. “Acho fundamental esse engajamento e união do setor patronal do turismo fluminense, no sentido de prover ajuda às vitimas dessa tragédia, dada a importância de essas pessoas recomporem suas vidas o mais rápido possível. É uma postura cidadã e necessária.” Segundo o secretário estadual de Turismo do Rio de Janeiro, Ronald Ázaro, o momento é de tristeza, “em que só há espaço para a solidariedade a essas pessoas.”

 

Um posto de arrecadação foi instalado junto à Secretaria de Turismo para receber doações de primeira necessidade, como água potável, colchonetes, alimentos não-perecíveis, roupas e mantimentos diversos. “Nesse momento, falta tudo para essas pessoas, e elas precisam ter agora o que comer, o que vestir, água para beber. Material de limpeza também é muito importante”, afirma Ázaro. As doações entregues na Secretaria de Turismo serão recolhidas pela PM e distribuídas imediatamente aos municípios atingidos.

 

 

Resgate da imagem turística –

 Depois de resgatados os desabrigados e restaurados os acessos às localidades mais afetadas, o MTur e a Embratur vão ajudar na recuperação das cidades e promover ações para reconstruir a imagem turística da região, por meio de campanha publicitária para os mercados turísticos nacional e internacional. No domingo (16/01), empresários hoteleiros fizeram uma visita à Teresópolis, quando avaliaram a situação da cidade. Petrópolis e Nova Friburgo receberão os empresários na quarta e na quinta-feira.

 

Segundo presidente da Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Turisrio), Nilo Sérgio Felix, a campanha de marketing internacional deve chegar, inicialmente, à Argentina, ao Chile e ao Uruguai. No mercado nacional, o foco serão os estados do Rio, São Paulo e Minas Gerais, principais emissores de turistas para as cidades serranas do Rio de Janeiro.

 

“O turista precisa saber quando a vida das pessoas voltar à normalidade, porque o turismo vai contribuir muito para a reconstrução da região”, defende Ázaro. A ideia da campanha é informar aos turistas sobre o restabelecimento da infraestrutura das cidades afetadas. Segundo Ázaro, o desastre ambiental destruiu quase 100% da capacidade do segmento de Turismo de Aventura e da infraestrutura hoteleira da região. “Esperamos que, no carnaval, já se tenha perto de 50% da capacidade restabelecida, em termos de hotelaria.”

 

Na região mais atingida – Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo –, o índice de cancelamentos das reservas chega a 100%. Os municípios do entorno, nas proximidades da área afetada, também já registram cancelamentos superiores a 70%. Até agora, o prejuízo é calculado em R$ 30 milhões, considerando, apenas, a rede hoteleira local. “Os prejuízos materiais, especialmente ao setor de turismo, poderão ser amenizados com uma linha de crédito que o governo do Estado disponibilizará como programa de apoio a pequenos empresários”, assegurou Felix.

 

Abav –

 A Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio de Janeiro (ABAV/RJ) está realizando uma campanha de ajuda às vítimas dos deslizamentos ocasionados pelas fortes chuvas na Região Serrana do Rio de Janeiro. A entidade está arrecadando, entre seus associados, donativos como água mineral, leite em pó, fralda, sabonete, creme dental e analgésicos. A ABAV/RJ solicita ainda a doação de fósforos e velas, que serão destinados às vítimas localizadas em áreas sem energia elétrica.

 

 

INFORMAÇÕES E POSTOS DE ARRECADAÇÃO

• Roupas e cama e banho:

Informações sobre doações: (21) 3231-6654.

• Água potável, colchonetes, alimentos não-perecíveis, roupas e mantimentos diversos:

– Rua México, 125, Térreo – Centro do Rio de Janeiro (Secretaria de Estado de Turismo).

– Maracanazinho – Das 8h às 20h – Entrada pelo portão 12

– Quartéis do Batalhão de Polícia Militar do RJ

 

NA ABAV

 

Os interessados podem deixar suas doações na própria sede da entidade, localizada na rua Senador Dantas, 76, sobreloja, Centro.

Mais informações: (21) 3231-7799.

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *