Artistas e produtores querem Osmar como interlocutor da área cultural

osmar dias prEncontro deu início aos trabalhos para a instalação do Comitê da Cultura Foi instalado na noite desta quarta-feira (dia 11), em Curitiba, o Comitê de Cultura da coligação A União Faz Um Novo Amanhã. A inauguração oficial está sendo organizada por uma comissão que prepara uma agenda cultural para os próximos dias. Rebeca Dias, filha do candidato ao governo, Osmar Dias, representou o pai na conversa com representantes dos partidos da coligação, artistas e produtores.

Eles pediram que Osmar seja o interlocutor da classe artística com os demais partidos políticos e também com a população. Rebeca reafirmou a importância do tema na agenda do pai. “Se não fosse um compromisso dele eu não estaria aqui”, afirmou, colocando-se à disposição para ouvir todos que quiserem contribuir.

“Estamos aqui para agregar e juntos criarmos o que será a espinha dorsal de uma proposta estruturadora de uma política cultural perene. Porque se o Brasil ainda tem muito a avançar, no Paraná o caminho é mais longo ainda”, disse o compositor e jornalista Cláudio Ribeiro, Diretor de Lazer do Governo do Paraná e do PCdoB. “E a partir dessa base virão as políticas setoriais com seus possíveis desdobramentos. Algumas coisas precisam avançar, outras estão avançando e isso é suporte para uma política de cultura”, completou Cláudio Fajardo, militante do PMDB, diretor da Biblioteca Pública do Paraná.

Na visão dos participantes do encontro, no entanto, é preciso que, além do compromisso já assumido por Osmar, todos os partidos da coligação e seus candidatos tenham a mesma postura. “Para se ter essa política garantida é preciso que as forças que dão sustentação a essa aliança também encampem o tema. Tem que ser um programa dos deputados, dos partidos e que seja amplamente tratado, para que se crie uma política a respeito da cultura. Tendo essa unidade na sociedade paranaense se tem mais garantia da efetivação das ações”, argumentou Fajardo.

“Queremos que o assunto cultura apareça mais, quase não se fala de cultura. E queremos que Osmar seja nosso interlocutor com a população”, completou o secretario de cultura do PT Thiago Moreira na reunião, na qual foi tratado ainda da criação do conselho estadual de cultura, de secretarias municipais no interior e também da necessidade de aumentar a participação da área no orçamento do Estado.

Conheça Aqui as Propostas para o plano de governo na área da cultura

    Author: Redação

    Share This Post On

    1 comentário

    1. ljlhc3 Very neat blog article.Thanks Again. Cool.

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *