Artistas e Cultura de MINAS no turismo

Aplausos para o lançamento do novo programa de Minas. Secretários de turismo e cultura e o governador no evento do Espaço Minas

Aplausos para o lançamento do novo programa de Minas. Secretários de turismo e cultura e o governador no evento do Espaço Minas

A primeira mostra de como Minas Gerais pretende retomar de forma intensa a venda do seu produto turístico aproveitando o potencial artístico cultural  que faz do estado detentor de 60% do patrimônio histórico nacional foi dada nesta noite de segunda-feira (25), quando o governo apresentou de forma oficial o programa ‘Minas São Muitas’ em São Paulo. Cercado de uma intensa movimentação, o programa no Espaço Minas Gerais reuniu personalidades e políticos em  acontecimento liderado pelo próprio governador mineiro Antonio Anastásia, com os secretários Agostinho Patrus Filho (Turismo) e Eliane Parreiras (Cultura),  que também abriram a exposição ‘300 Anos na Cultura nas Minas Gerais”.

Em meio a artes visuais, literatura, musica e a impecável gastronomia mineira, o evento também provocou uma nova colocação para o reformulado Espaço Minas, que será utilizado de modo mais atuante para cursos, debates, palestras, seminários,  mostra e contatos. “Teremos aqui, a propagação dos artistas mineiros de maior expressão”, destacou o governador em seu discurso, o último na série de pronunciamentos na Sala Belo Horizonte.  Antes, o secretário de turismo havia ressaltado que, no espaço, ‘os paulistas e visitantes teriam condições de conhecer e degustar a cultura e a arte como chamariz para melhor conhecer as Minas Gerais’.

Nesta primeira exposição – e que vai permanecer aberta durante os dois próximos meses – estão obras dos acervos do Museu Mineiro (arte sacra e colonial), do Acervo Público  e da primeira casa de Alphonsus de Guimarães, de Mariana, uma das cidades que formam o trio das homenageadas neste roteiro juntamente com as históricas 0uro Preto e Sabará.

A secretaria Eliane Parreiras antecipou que mais exposições já estão sendo acertadas, como a do Museu de Artes e Ofícios e também de Inhotim, além de outras manifestações como o ‘Musicas de Minas’ que promete boas novidades e atrações para o público paulistano. O prefeito Gilberto Kassab ressaltou a importância que Minas Gerais tem para São Paulo  enquanto o governador Antonio Anastásia reafirmou que “não existem dois estados mais próximos de sua identidade como São Paulo e Minas, na forma de falar, na história, na comida e na política’.

Uma identidade que veio da origem dos dois estados, como salientou o secretário municipal da cultura da prefeitura paulista, Carlos Augusto Calil. O estilista Ronaldo Fraga estava representando na mesa das autoridades a versátil escala produtiva artístico cultural de Minas.

Os pronunciamentos versaram diretamente sobre esta dualidade, o turismo e a cultura. Os diversos festivais que são uma das marcas registradas de Minas – são mais de uma dezena – entrarão em modelo de produto que contará com um amplo respaldo promocional. O secretário de turismo confirmou que estão sendo retomadas parcerias – como a do exercício passado com a Braztoa, que deu um grande avanço promocional– para fomentar e formatar o ambiente turístico-cultural que será o cartão de apresentação de Minas Gerais.

‘Um calendário está sendo montado em conjunto. Por determinação do governador, as secretarias de Turismo e Cultura tem esta determinação de integração que deve funcionar como a venda do produto Minas Gerais”, disse Patrus. “A ideia é desenvolver estas características que podemos resumir como turismo-cultural com São Paulo e outros estados, diretamente com o trio da região Sudeste”.

 

 

Antonio Euryco

    Author: Redação

    Share This Post On

    1 comentário

    1. WQjF8n Im thankful for the blog.Really thank you! Really Great.

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *